Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Em noite de Dudu, Palmeiras ganha do Guarani e assume liderança do grupo

Atacante faz gol da vitória por 1 a 0 em sua 300ª partida com a camisa do clube alviverde

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

20 de fevereiro de 2020 | 23h21

O atacante Dudu entrou em campo usando o número 300 nas costas, em homenagem à quantidade de partidas com a camisa do Palmeiras. E coube ao jogador fazer o gol da vitória de 1 a 0 sobre o Guarani, nesta quinta-feira, na abertura da sétima rodada do Campeonato Paulista. Com o feito, o jogador chegou aos 70 gols pelo alviverde.

"A gente tem de procurar ajudar de alguma forma, seja com gol ou assistência. É assim que construímos uma equipe vencedora", comentou o jogador, que teve chance de fazer outro, numa cobrança de pênalti, mas o goleiro adversário defendeu. Com o resultado, o Palmeiras assumiu a liderança do Grupo B, com 16 pontos.

O duelo começou equilibrado e ambas as equipes tiveram boas chances, mas pararam nos goleiros. A primeiro oportunidade do Palmeiras veio aos 6 minutos, quando Luiz Adriano chutou e Jefferson defendeu. A resposta do Guarani veio em um chute de Alemão, após deixar Felipe Melo no chão, que Weverton salvou.

Mas aos poucos, diante de sua torcida, o Palmeiras foi se impondo e por pouco não abriu o marcador com Luiz Adriano, que cabeceou a bola, ela tocou na trave e não entrou. Mas aos 26, em uma arrancada de Willian, o atacante deu um belo presente para Dudu, que tocou na saída do goleiro e fez a festa dos torcedores no estádio.

O gol do xodó palmeirense deu um ânimo a mais para o time, que quase fez o segundo com Luiz Adriano. Ele recebeu na área e chutou, mas Jefferson fez ótima defesa. O time de Campinas até tentou empatar antes do intervalo, quando Lucas Crispim chutou de longe, mas Weverton espalmou e garantiu a vantagem parcial.

No segundo tempo, o goleiro Jefferson Paulino teve muito mais trabalho e evitou o pior para o Guarani. A começar por uma ótima defesa em outro chute de Luiz Adriano. Pouco depois, Dudu sofreu pênalti de Maércio e ele próprio pediu para cobrar. Ele mandou no canto, mas o goleiro do Guarani se adiantou um pouco e espalmou, evitando o segundo gol do Palmeiras.

Após o pênalti perdido, o time da casa sentiu o golpe e o Guarani melhorou na partida. Percebendo a situação, o técnico Vanderlei Luxemburgo tirou Luiz Adriano, que não esteve em boa noite, e colocou Gabriel Veron. O Palmeiras voltou a melhorar, teve até algumas chances, mas garantiu a vitória magra no jogo de 300 de Dudu.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 1 x 0 GUARANI

PALMEIRAS: Weverton; Gabriel Menino, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Viña (Victor Luis); Bruno Henrique, Zé Rafael, Willian, Raphael Veiga (Luan) e Dudu; Luiz Adriano (Gabriel Veron). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

GUARANI: Jefferson Paulino; Pablo, Romércio, Bruno Silva e Thallyson; Deivid, Lucas Abreu (Juninho) e Igor Henrique (Marcelo); Lucas Crispim, Alemão (Mateusinho) e Giovanny. Técnico: Thiago Carpini.

Gol: Dudu, aos 26 minutos do 1º tempo.

Juiz: Vinicius Furlan.

Cartões amarelos: Igor Henrique, Giovanny e Deivid.

Público: 19.086 pagantes.

Renda: R$ 1.011.248,14.

Local: Allianz Parque, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.