Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Luca Piergiovanni/EFE
Luca Piergiovanni/EFE

'Em nosso estádio, o Real Madrid sempre é favorito', diz Benítez

Time recebe Barcelona neste sábado pelo Campeonato Espanhol

EFE

20 de novembro de 2015 | 14h39

O técnico do Real Madrid, Rafa Benítez, afirmou nesta sexta-feira que sua equipe é a favorita para vencer o clássico deste sábado com o Barcelona, válido pela 12ª rodada do Campeonato Espanhol, por atuar diante da torcida no Santiago Bernabéu.

"Vamos jogar em nosso estádio e para nossos torcedores, penso que o Real Madrid é favorito. Estamos confiantes, jogaremos essa partida com paixão e é preciso ser positivo. Espero uma partida difícil, mas um lindo jogo para os nossos torcedores de todo o mundo", disse Benítez em entrevista coletiva.

"A equipe chega bem, com vontade e esperança, consciente da importância de uma partida contra o Barcelona e de conseguir os três pontos para seguir na briga (pelo título) até o final", completou.

Benítez também falou sobre a segurança reforçada do clássico após os atentados terroristas da última sexta-feira em Paris, que causaram a morte de 129 pessoas. Serão 1.200 agentes da Polícia Nacional no dérbi espanhol, um número seis vezes maior do que o normal em jogos deste tipo no país.

"O que mais me preocupa é o que está ocorrendo em nível mundial. Me solidarizo com as vítimas dos atentados. Isso sim é bastante grave e preocupante", destacou o treinador.

Após perder a primeira partida no Espanhol no último de final de semana para o Sevilla, por 3 a 2, no estádio Sánchez Pizjuán, Benítez justificou o resultado pela sequência de lesões da equipe.

Com o revés, o Real caiu para a vice-liderança do torneio, ultrapassado exatamente pelo Barcelona, que está três pontos na frente do rival. Benítez, porém, comemorou que terá no clássico, "pela segunda vez na temporada, todo o elenco disponível". "Isso me faz ser positivo em relação ao futuro, com uma equipe vencedora e com capacidade de crescer. A competitividade entre eles está maior e isso favorece o grupo", destacou o treinador.

Aproveitando-se do fato de ter todos os jogadores recuperados, o técnico espanhol preferiu fazer mistério sobre o time titular. O volante Casemiro, ex-São Paulo, é uma das principais dúvidas de Benítez, que também não confirmou a presença de Karim Benzema no ataque do Real Madrid no clássico.

Benítez também decidiu quem escalar na lateral-direita. O brasileiro Danilo, ex-Porto, é favorito para ficar com a vaga no clássico. Mas Daniel Carvajal, com características mais defensivas, pode ser usado no setor.

"Não gosto de especificar. São dois grandes jogadores capazes de atacar muito bem e defender. Jogar um ou outro depende muito das características dos adversários. São dois excelentes profissionais, do nível do Real Madrid", explicou.

Questionado se é defensivo demais e sobre um suposto pedido da equipe para ser mais ofensiva, Benítez recorreu aos números para rebater as críticas. "Respeito às opiniões, mas o time mais ofensivo é o que mais chuta e mais faz gols, e esse é o Real Madrid. Vamos seguir fazendo isso, com mais efetividade se pudermos". 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.