Ernesto Rodrigues/Estadão
Ernesto Rodrigues/Estadão

Em nota, Corinthians também fecha os portões do Pacaembu para a imprensa

Comunicado oficial do clube diz que imprensa não poderá cobrir a partida nesta quarta-feira

O Estado de S. Paulo

26 de fevereiro de 2013 | 15h18

SÃO PAULO - Em comunicado, a diretoria do Corinthians anunciou que resolveu fechar os portões do Pacaembu para o jogo contra o Millonarios, pela Libertadores, para a imprensa nacional e internacional.

A explicação do clube é que o regulamento da Conmebol não exemplifica o que significa "jogar com os portões fechados." "O Código Disciplinar não explica como o jogo deve ser realizado. Então, nos baseamos no regulamento da Fifa que não admite telespectadores durante jogos com essas punições", explicou Luis Felipe Santoro, advogado do Corinthians.

"Enviamos um documento pedindo esclarecimentos se podemos, ou não, receber patrocinadores, convidados do estádio, que é municipal, ou da Conmebol, pessoas da imprensa. Queremos saber quem poderá entrar", afirmou Santoro.

O temor é ver alguém dentro do estádio fazendo algo que possa ocasionar outra punição ao clube. "Muitas pessoas têm carterinhas de imprensa e vão aos jogos apenas para assisti-lo. Imagine se um deles grita gol do Corinthians? O que acontecerá?"

A direção corintiana aguarda um pronunciamento da Conmebol ainda nesta terça-feira para definir como será a cobertura da partida.

 VEJA A NOTA

Com base na decisão da Câmara de Apelações da Conmebol, dando conta que a partida entre Corinthians x Millionarios (COL) será disputada "com portões fechados", o Corinthians comunica que apenas o presidente, a diretoria de futebol, os atletas e a comissão técnica poderão ir ao estádio do Pacaembu nesta quarta-feira (27).

As exceções de costume, tais como autoridades, convidados das Federações e Confederações, da Prefeitura, da SEME/Pacaembu, maiores de 60 e menores de 12 anos (atendidos pela Lei Municipal 11.256/92) e imprensa não terão acesso ao estádio, a não ser que seja decidido de forma diferente pela Conmebol, que já foi consultada de forma oficial pelo Corinthians.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansCopa Libertadoresfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.