Divulgação/Criciúma
Divulgação/Criciúma

Em nota oficial, Criciúma confirma três casos de covid-19 entre os jogadores

Próximo jogo da equipe está marcado para acontecer no dia 28, contra o Marcílio Dias

Redação, Estadão Conteúdo

22 de julho de 2020 | 13h10

Sem revelar nomes, o Criciúma anunciou por meio de uma nota oficial que três jogadores testaram positivo para a covid-19. Esses atletas apresentaram alguns sintomas leves na última sexta-feira e passaram pelos testes RT-PCR na terça. Os resultados foram divulgados nesta quarta e agora o trio está cumprindo quarentena, afastado dos treinamentos.

De qualquer forma, o clube catarinense fez questão de tranquilizar os torcedores, afirmando que dois deles já apresentaram melhoras e não estão sentindo nenhum sintoma. Mesmo assim, seguem sob monitoramento do departamento médico.

"O Criciúma, através do seu departamento médico, informa que obteve nesta terça-feira (22) a confirmação de três atletas positivados com o COVID-19. Os resultados foram obtidos através do exame RT-PCR. Logo no início dos sintomas, os atletas foram prontamente afastados para cumprir o período de quarentena, e, diante dos resultados, seguem observados pelo médico do clube, Ricardo Furtado. Desde o início da pandemia, o Tigre segue cumprindo os protocolos de saúde do Governo do Estado, assim como os da Federação Catarinense de Futebol (FCF), referentes aos treinamentos e jogos", disse a nota oficial.

O mesmo aconteceu na semana passada, quando dois outros atletas receberam o diagnóstico positivo para o novo coronavírus nos testes rápidos. Mas, após a contraprova, que foi feito no teste de sorologia, o Criciúma informou que o resultado foi negativo nos dois casos.

O próximo jogo do Criciúma está marcado para o próximo dia 28, quando enfrenta o Marcílio Dias, fora de casa, pelo segundo jogo das quartas de finais do Campeonato Catarinense. Na partida de ida, as equipes ficaram no empate sem gols e agora quem vencer avança para às semifinais do Estadual.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.