Em nota, presidente do Fla nega clima de 'já ganhou'

O Flamengo divulgou um comunicado, no início da tarde desta quarta-feira, no qual o presidente do clube, Marcio Braga, reclamou de "interpretações maldosas" da imprensa sobre as suas declarações, dois dias depois de ter dito que estava confiante na conquista do título brasileiro.

AE, Agencia Estado

21 de outubro de 2009 | 15h37

O dirigente negou que entrado no clima de "já ganhou" e lembrou que, antes de entrar na disputa direta pela primeira posição, o clube precisa ingressar no G-4 da tabela da competição. "Acreditar em meu clube e em meus jogadores não implica necessariamente qualquer menosprezo ou desrespeito aos adversários ou desconhecimento do grau de dificuldade que envolve a conquista de um Campeonato Brasileiro", afirmou Braga, lembrando que o time está inicialmente concentrado no clássico do próximo domingo, contra o Botafogo, no Engenhão.

"Antes de pensar em título ou em G-4, o Flamengo está focado na vitória sobre o Botafogo. Jogo a jogo, chegaremos a nossos objetivos", acrescentou.

Braga ainda explicou o motivo de ter usado a expressão "deixaram chegar", sobre o fato de outros clubes terem permitido a evolução do Flamengo na competição, dizendo que ela "refere-se a uma notória característica de nosso clube e torcida, que demonstram, historicamente, força de decisão e poder de arrancada quando ''chega junto'', na parte final das competições".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.