Em nota, Thalles rebate Jorginho e nega ter faltado a treino no Vasco

O técnico Jorginho surpreendeu na entrevista coletiva após o empate diante do Grêmio, no último domingo, ao criticar o jovem atacante Thalles. O comandante vascaíno se disse "engasgado" com o jogador e relatou sua ausência em um treinamento ao explicar o corte do centroavante da lista de relacionados para a partida. Nesta segunda-feira, foi a vez de Thalles tentar se explicar.

Estadão Conteúdo

26 de outubro de 2015 | 18h06

Em comunicado oficial divulgado por sua assessoria, Thalles negou que tenha faltado ao treino do Vasco e alegou que em nenhum motivo ouviu da diretoria que ele deveria voltar para a concentração antes do confronto com o Grêmio. Pelo contrário, teria sido liberado justamente pelos cartolas para acompanhar o velório de seu avô, que faleceu na sexta-feira.

De acordo com a nota, Thalles treinou normalmente na sexta, mesmo sabendo da fatalidade, e foi liberado da atividade de sábado para acompanhar o sepultamento em São Gonçalo. "Ao ser liberado do treino de sábado, Thalles foi informado para ficar atento ao telefone, pois o clube iria entrar em contato caso ele estivesse na lista de relacionados para a partida."

O único contato da diretoria no decorrer do dia, no entanto, teria sido uma mensagem por celular para enviar ao atacante a programação de treinos desta semana. "No início da noite de sábado, Thalles foi com um amigo levar a namorada até a sua casa, em Cabo Frio, quando, por volta das 20h30, recebeu uma ligação do diretor de futebol do Vasco, informando que estavam o aguardando na concentração do clube. Após dizer aonde estava, Thalles foi liberado pelo clube e, desta forma, retornou para a sua residência", garantiu a assessoria.

"Sendo assim, o atacante Thalles, atleta do Club de Regatas Vasco da Gama, não faltou a nenhum treinamento e estava à inteira disposição do clube, inclusive treinou normalmente na manhã desta segunda-feira (26/10), em São Januário, conforme a programação que recebeu no último sábado através do supervisor do clube", encerrou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoThalles

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.