Em novo jogo polêmico, Flamengo vence Bangu de virada

Arbitragem marca pênalti duvidoso para o time rubro-negro na vitória por 2 a 1 pelo Estadual do Rio

AE, Agencia Estado

29 de janeiro de 2009 | 18h54

Pouco futebol e, novamente, uma arbitragem confusa marcaram a vitória do Flamengo por 2 a 1 sobre o Bangu, de virada, na tarde desta quinta-feira, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Os gols rubro-negros foram marcados por Marcelinho Paraíba, de pênalti, e Ronaldo Angelim.   Veja também:  Resultados e classificação do Estadual do Rio Confira as novidades do mercado do futebol Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Com o resultado, o Flamengo chega a seis pontos no grupo B. O Bangu permanece em último lugar na chave, sem pontos. O Flamengo tentava pressionar o Bangu em seu próprio campo, mas errava muitos passes e travava as tramas ofensivas. O toque de bola do time comandado por Cuca era lento e previsível, sendo facilmente marcado pelo rival.Apesar de maior domínio da posse de bola do Flamengo, eram os banguenses quem levavam mais perigo em chutes de fora da área, de média e longa distância.Com Kleberson e Ibson apagados no início, a bola rodava diretamente entre os laterais Leonardo Moura e Juan, que, porém, não conseguiam ir à linha de fundo e limitavam-se a cruzamentos de frente para a área, sem qualquer perigo. A melhor chance rubro-negra só surgiu aos 22 minutos, quando Leonardo Moura finalmente foi ao fundo e cruzou para cabeçada perigosa de Obina.O jogo seguiu modorrento até os 38 minutos, quando Juan tentou um drible e foi derrubado dentro da área, em lance duvidoso. O juiz deu pênalti. Obina pediu para bater em lugar do cobrador oficial Leonardo Moura. O atacante tentou a paradinha e chutou a bola no poste esquerdo de Diogo, desperdiçando o lance.Tentando tornar sua equipe mais ofensiva, o técnico Cuca tirou o meia Kléberson e colocou o atacante Maxi. A alteração deu mais velocidade ao lado direito rubro-negro, que quase abriu o placar em cabeçada de Obina que forçou Diogo a boa defesa. Mas quando mais ameaçava a meta adversária, o Flamengo sofreu o gol. Aos 13 minutos, Douglas Silva chutou, a bola estourou na trave, bateu em Somália, em posição de impedimento, e sobrou para Rafael Soeiro, que acabara de entrar, marcar. Gol irregular, mas que passou batido pelo árbitro Djalma Beltrame e seus auxiliares.Em desvantagem, Cuca tentou mudar tudo, colocando Marcelinho Paraíba no lugar de Juan e Jônatas na vaga de Aírton, abandonando o esquema 3-5-2 e indo com tudo para cima do adversário, que se encolheu completamente. Virou um jogo de ataque contra defesa.Marcelinho Paraíba e Maxi perderam boas oportunidades em fortes chutes. Íbson carimbou a trave em lindo arremate de fora da área. A pressão aumentava a cada momento, até que Maxi caiu na área, travado por trás por Edinho, em novo lance duvidoso. O juiz mais uma vez marcou a penalidade. Desta vez, Marcelinho Paraíba foi para a cobrança, aos 40 minutos, e empatou.A virada deveria ter vindo aos 42, quando Everton aproveitou chute mascado de Marcelinho e tocou para as redes. O auxiliar marcou impedimento erradamente. Um minuto depois, foi a vez do Bangu fazer o seu gol em posição legal e o bandeirinha errar mais uma vez, anulando o lance.No momento seguinte, em cobrança de escanteio, Ronaldo Angelim subiu mais que a zaga banguense e anotou o gol da virada e da sofrida vitória.BANGU 1 X 2 FLAMENGOBangu - Diogo; Uilian (Flavinho), Abílio, Márcio Cleick e Edinho; André Oliveira, Douglas Silva, Marcos Vinícius e Paulo Roberto (Rafael Soeiro); Bruno Luiz e Somália (Sassá). Técnico - Édson Souza.Flamengo - Bruno; Aírton (Jônatas), Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Willians, Kléberson (Maxi), Juan (Marcelinho Paraíba) e Íbson; Everton e Obina. Técnico - Cuca.Gols - Rafael Soeiro, aos 13; Marcelinho Paraíba, aos 40; Ronaldo Angelim, aos 44 do segundo tempo.Juiz - Djalma Beltrami.Cartões amarelos - Edinho, Douglas Silva, Somália, Márcio Cleick, Marcos Vinícius, Diogo, Bruno Luís; Íbson.Local - Raulino de Oliveira, Volta Redonda.Renda e público - Não disponíveis.

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato CariocaFlamengoBangu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.