Em Paris, Ronaldo é internado para passar por cirurgia

Jogador do Milan rompe tendão patelar e deve ficar afastado dos gramados por cerca de nove meses

Agências internacionais,

14 de fevereiro de 2008 | 09h41

Abatido e de muletas, o atacante Ronaldo, do Milan, que rompeu o tendão patelar do joelho esquerdo, chegou nesta quinta-feira a Paris para passar por uma intervenção cirúrgica pela equipe do doutor Gérard Saillant, o mesmo médico que o operou em 2000, quando ele sofreu a mesma contusão, mas no joelho direito.  Veja também: A trajetória de Ronaldo no futebol  Italianos enviam mensagens por celular ao jogador Ronaldo chega de muletas ao hospital  Jornais italianos questionam futuro de Ronaldo  Milan e Inter se unem pelo atacante  Histórico de lesões da carreira de Ronaldo  O drama de Ronaldo no Milan Ronaldo conseguirá superar mais uma contusão? Ronaldo foi à França ao lado da namorada (a estudante Maria Beatriz Antony), de seu amigo e dirigente do Milan, Leonardo, e de dois profissionais dos departamentos médico e físico do clube: Massimiliano Sala e Bruno Mazziotti, respectivamente. O brasileiro seguiu para o sétimo andar da Clínica Pitié-Salpêtrière, onde ficará internado. Ronaldo, que está com 31 anos, deve levar cerca de nove meses para se recuperar e voltar aos gramados. A lesão de Ronaldo aconteceu no segundo tempo do jogo contra o Livorno, pelo Campeonato Italiano. O jogador tentou cabecear uma bola na grande área, mas ao tocar no solo rompeu o tendão patelar do joelho direito. Ele caiu no gramado e deixou o San Siro de maca, chorando. Contratado pelo Milan em 2007 por cerca de R$ 20 milhões, Ronaldo não conseguiu um bom desempenho pelo time italiano e ficou grande parte da temporada afastado para se recuperar de lesões - antes do problema no joelho, o atacante sofreu com contusões musculares. Atualizado às 12h50 para acréscimo de informação

Tudo o que sabemos sobre:
AC MilanRonaldoCampeonato Italiano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.