Daniel Leal-Olivas/AFP
Daniel Leal-Olivas/AFP

Em partida movimentada, Chelsea vence o Arsenal e alcança a 2ª vitória no Inglês

Marcos Alonso salva Blues do empate após equipe sair vencendo por 2 a 0 no Stamford Bridge

Estadão Conteúdo

18 Agosto 2018 | 16h02

Em jogo animado, com várias possibilidades e alternativas, o Chelsea venceu o Arsenal por 3 a 2 no clássico de Londres neste sábado, em casa, no estádio Stamford Bridge, pela segunda rodada do Campeonato Inglês. O time do técnico italiano Maurizio Sarri chegou a abrir 2 a 0, viu o rival empatar e conquistou a vitória no final do segundo tempo, com um gol do lateral espanhol Marcos Alonso.

O Chelsea chegou à segunda vitória em dois jogos e assumiu a liderança provisória do torneio - tem os mesmos seis pontos de Tottenham e Bournemouth, mas possui saldo de gols superior. No entanto, ainda pode perder a ponta já que Manchester City, Manchester United e Liverpool ainda jogam na rodada.

O jogo foi movimentado em Londres, e o Arsenal poderia ter tido melhor sorte caso concluísse com mais precisão algumas das várias chances que criou, especialmente no primeiro tempo, etapa em que Mkhitaryan e Aubameyang desperdiçaram duas oportunidades incríveis na marca do pênalti. Nos primeiros 45 minutos, houve duas metades distintas, dominadas por cada um dos times.

Jogando em sua casa, que estava lotada, o Chelsea, abriu o jogo de forma intensa e precisou de 19 minutos para se impor e marcar dois gols. O primeiro saiu aos oito minutos, dos pés de Pedro. A jogada começou com o brasileiro naturalizado italiano Jorginho, que acionou Marcos Alonso. O espanhol rolou para Pedro só empurrar para a rede.

Aos 19, Morata recebeu lançamento do campo de defesa, driblou Mustafi e bateu na saída de Cech para ampliar o placar. O jogo seguiu sob o domínio completo do time da casa até perto da metade da primeira etapa, quando, então, os comandadas de Unai Emery acordaram.

Aos 36, Mkhitaryan acertou bonito chute de canhota da entrada da área e diminuiu o marcador. Quatro minutos depois, após marcar, Mkhitaryan foi o garçom. O armênio cruzou da esquerda para o nigeriano Iwobi completar para o gol e deixar a partida empatada.

No segundo tempo, o Chelsea melhorou. Com Hazard, que entrou no lugar de Willian, e Kovacic, substituto de Barkley, a equipe mandante se mostrou mais inteira que o adversário, teve maior volume de jogo, mais força e esteve presente no campo ofensivo até conseguir a vitória.

O gol veio aos 34 minutos, com Marcos Alonso, que apareceu na área para completar cruzamento de Hazard de esquerda, vencendo Peter Cech com uma finalização rasteira, que passou por debaixo do goleiro tcheco.

Na rodada seguinte do Campeonato Inglês, a terceira, o Arsenal recebe o West Ham no Arsenal Stadium, no próximo sábado, às 11 horas (de Brasília). O Chelsea visita o Newcastle, no ST. James'Park, domingo, às 12 horas.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.