J.F. Diorio/Estadão
J.F. Diorio/Estadão

Em paz com o gol, São Paulo enxerga evolução da equipe

Solução de Muricy para aumentar número de gols foi escalar time com três atacantes

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

31 de janeiro de 2014 | 04h58

SÃO PAULO - A formação com três atacantes foi o caminho que Muricy Ramalho encontrou para solucionar a falta de gols do São Paulo, problema crônico no ano passado quando o time fez 39 gols em 38 jogos no Campeonato Brasileiro - o campeão Cruzeiro marcou o dobro.

Em três jogos do Campeonato Paulista, o esquema funcionou: foram 12 gols, boa movimentação, capricho nas finalizações e variação de jogadas. A exceção foi a estreia contra o Bragantino, derrota por 2 a 0.

Luis Fabiano diz que esse é o caminho, mas o clássico contra o Palmeiras, domingo, no Pacaembu, vai mostrar a capacidade real do time. "O clássico contra o Palmeiras vai definir nosso poder, o quanto temos de melhorar ou se podemos continuar assim", diz o autor de três gols na vitória por 6 a 3 sobre o Rio Claro, quarta-feira.

O esquema vem funcionando porque suas partes estão em boa fase. Muricy comemorou o fato de Luis Fabiano estar finalizando bem e participando do jogo. Osvaldo está recuperando a confiança para driblar e concluir - depois de quebrar o jejum contra o Mogi, após 45 jogos sem marcar, deu duas assistências na partida de quarta-feira. Até Ademilson começa a mostrar que pode ser um bom coadjuvante. "É dificílimo fazer seis gols em um jogo. Ainda estamos longe, mas temos uma direção", diz o técnico do São Paulo.

Esse "norte" não significa frechar espaços para novas experiências. Ontem, o atacante colombiano Dorlan Pabón, novo reforço, realizou exames médicos. Antes de ficar à disposição de Muricy, retornará à Colômbia para regularizar o visto de trabalho no Brasil. "Eu o conheço do Valencia (da Espanha). É rápido e finaliza muito bem. Teremos muitos torneios e precisamos de mais opções", elogia Luis Fabiano.

NOVO VOLANTE

Grêmio e São Paulo acertaram ontem à noite a troca do volante Souza pelo zagueiro Rhodolfo. Não haverá aquisição de direitos econômicos. O volante vem para o Morumbi e o zagueiro permanece na Arena por empréstimo até o final desta temporada.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.