Em penúltimo, Vitória visita Atlético-MG em busca do quarto triunfo seguido fora

Resultado positivo neste domingo pode tirar a equipe da zona de rebaixamento

Estadao Conteudo

24 de setembro de 2017 | 07h51

O Vitória é o penúltimo colocado do Campeonato Brasileiro com 26 pontos, mas a situação não é das mais desesperadoras já que um triunfo diante do Atlético Mineiro pode tirar a equipe da zona de rebaixamento. O duelo será neste domingo, às 19 horas, no estádio Independência, em Belo Horizonte e é válido pela 25ª rodada da competição.

O time rubro-negro está a apenas um ponto de distância do arquirrival Bahia, o 16º colocado e primeira equipe fora do grupo da degola. E atuar fora de casa pode ajudar na recuperação, já que a equipe tropeçou nos últimos três jogos em seus domínios - perdeu para São Paulo (2 a 1) e Avaí (1 a 0) e empatou com o Fluminense (2 a 2).

Em compensação, longe de Salvador, o Vitória vem de três triunfos consecutivos sobre Flamengo (2 a 0), Corinthians (1 a 0) e Coritiba (1 a 0). O técnico Vagner Mancini acredita que o segredo do sucesso fora de casa seja a oportunidade de atuar no contra-ataque.

"O que me deixa tranquilo fora de casa é que olho para meu time e vejo que há concentração. É difícil você jogar em casa contra adversários fechados, você sabe que, em qualquer vacilo, pode tomar um contra-ataque, e aí vem o gol", analisou.

Para o duelo contra o Atlético, o treinador não contará com o lateral-direito Caique Sá, com problema muscular, e nem com o lateral-esquerdo Juninho, por lesão no joelho esquerdo. Além disso, o reserva imediato do lado direito, Patric, terá que cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Outro que está suspenso é o meia Cleiton Xavier.

Na direita, o treinador terá que improvisar. Só não definiu se colocará o zagueiro Ramon ou o volante Yago. Na esquerda, o escolhido deve ser Jefferson. Outra mudança pode acontecer no ataque com a entrada do meia David na vaga do atacante Kieza por opção tática.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.