PA| Divulgação
PA| Divulgação

Em péssima fase, Everton anuncia demissão de técnico

Clube comunicou que o comandante foi um 'grande embaixador, em todos os momentos'

Estadão Conteúdo

12 de maio de 2016 | 14h32

A diretoria do Everton anunciou nesta quinta-feira a demissão do técnico Roberto Martínez após a avaliação de que ele não conseguiu tirar o melhor daquele que é amplamente considerado como o elenco mais forte do clube nas últimas temporadas. 

Essa é a primeiro grande ação à frente do Everton do bilionário Farhad Moshiri, que adquiriu uma participação no clube inglês em fevereiro para se tornar seu acionista majoritário.

A torcida do Everton já havia manifestado a sua insatisfação com Martínez, que venceu apenas uma das últimas dez partidas que disputou. A derrota por 3 a 0 para o Sunderland na última quarta-feira deixou o time em 12º lugar no Campeonato Inglês com um jogo restante, em casa, diante do Norwich, no domingo.

Ao demitir o espanhol, que ficou três anos no comando, a direção do Everton assegurou que Martínez vai ser poupado de protestos que estavam programados para o Goodison Park, neste final de semana. O Everton disse em um breve comunicado oficial que Martínez foi um "grande embaixador para o clube, o conduzindo, em todos os momentos, com a máxima integridade e dignidade" e apontou para seu papel no desenvolvimento de jovens jogadores.

Essa foi provavelmente uma referência a jogadores como Romelu Lukaku, Ross Barkley e John Stones, que estão entre as principais promessas do Campeonato Inglês, mas que passam por fase ruim, assim como o clube. O Everton chegou às semifinais da Copa da Inglaterra e da Copa da Liga Inglesa nesta temporada, perdendo ambas, mas é no Campeonato Inglês que o time mais decepciona, especialmente em razão dos graves problemas defensivos.

Somente cinco equipes sofreram mais do que os 55 gols nesta temporada, e a derrota por 4 a 0 para o rival Liverpool em clássico disputado no último mês foi o ponto mais baixo da sua decepcionante campanha. O ex-jogador Frank de Boer, que anunciou nesta quinta-feira que vai deixar o Ajax depois de decidir não estender o seu contrato com o clube holandês, tem o seu nome especulado como provável substituto de Martínez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.