Letícia Martins/Guarani Futebol Clube
Letícia Martins/Guarani Futebol Clube

Em pior momento no ano, Guarani tenta a reabilitação conta o São Bento

Time de Campinas está em uma sequência de oito jogos sem vitória na Série B, sendo dois empates e seis derrotas

Redação, Estadão Conteúdo

25 de julho de 2019 | 16h58

O revés em casa para o Cuiabá, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, na última terça-feira, fez o Guarani igualar o maior jejum de vitórias no ano. Com oito jogos em baixa na Série B do Campeonato Brasileiro, sendo dois empates e seis derrotas, o time de Campinas (SP) iguala a marca negativa que teve entre março e maio, sob a gestão de Osmar Loss, Marco Antônio (interino) e Vinícius Eutrópio. Na ocasião, entretanto, o desempenho foi levemente superior, com três igualdades e cinco tropeços.

O último resultado positivo do time campineiro ocorreu no dia 13 de maio, quando superou o Vitória por 3 a 2, de virada, em casa, em duelo válido pela terceira rodada da Série B. Em busca de reabilitação e do primeiro triunfo oficial sob comando do técnico Roberto Fonseca, o Guarani volta a campo nesta sexta-feira contra o São Bento, às 20h30, pela 12.ª rodada, em novo confronto direto para fugir da zona de rebaixamento.

Em meio a tantas notícias negativas dentre e fora de campo, com a diretoria e o elenco recebendo muitas críticas da torcida, o treinador tem ao menos um motivo para se alegrar. Roberto Fonseca poderá contar com praticamente todos os seus principais jogadores para essa partida.

A única exceção é o lateral-esquerdo colombiano Pablo Armero, que está no departamento médico por conta de uma lesão no joelho e dá lugar a Diego Giaretta.

Dessa forma, o Guarani deve entrar em campo com: Jefferson; Lenon, Ferreira, Luiz Gustavo e Diego Giaretta; Deivid, Ricardinho e Bady; Vitor Feijão, Diego Cardoso e Michel Douglas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.