Ricardo Duarte/SC Internacional
Ricardo Duarte/SC Internacional

Em Porto Alegre, Internacional enfrenta CRB para se redimir no estádio Beira-Rio

Equipe gaúcha vem de derrota em casa para o Ceará por 1 a 0 na última rodada da Série B do Brasileiro

Estadão Conteúdo

03 Novembro 2017 | 08h06

Após decepcionar a torcida ao ser derrotado por 1 a 0 para o Ceará, em pleno estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, o Internacional tem a chance de se redimir dentro de casa. Isso porque, às 19h15 desta sexta-feira, recebe o CRB, em jogo válido pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Mesmo na liderança isolada, parte da torcida vaiou o time após a inesperada derrota, quando o clube gaúcho buscava a sua 10.ª vitória consecutiva como mandante.

+ Com apoio de torcedores, Inter treina com Damião e Pottker

O Internacional vai com força total. E depois do mistério feito durante a semana, o técnico Guto Ferreira realizou o último treino, nesta quinta-feira, com portões abertos e com a presença de centenas de torcedores. O capitão D´Alessandro elogiou a torcida e voltou a pedir apoio, afinal ele peitou os torcedores durante a vaia no final do último jogo e defendeu seus companheiros. "A gente vinha de nove vitórias em casa, perdemos um e levamos vaias. Isso não é justo, por isso protestei", lembrou o meia.

Líder com 61 pontos, o Internacional pode se complicar caso seja derrotado. Além da pressão natural após o revés em casa, também existe a possibilidade de que a distância para os adversários diminua. De qualquer maneira, é praticamente impossível que perca a liderança ao fim desta rodada. Acontece que o Ceará, vice-líder com 58 pontos, até poderia igualar a pontuação, mas ainda precisaria tirar uma diferença de 12 gols no saldo: 24 a 12.

Do outro lado, o CRB lida com uma incômoda sequência de quatro jogos sem vitória - com três empates e uma derrota. O time chegou a brigar pelo G4 no primeiro turno. No entanto, depois de uma queda brusca de rendimento, hoje é a primeira equipe fora da zona de rebaixamento, na 16.ª colocação, com 38 pontos, a dois do Luverdense, primeiro dentro da degola.

Apesar da oscilação apresentada pelo Internacional nas últimas rodadas, Guto Ferreira não concorda que o time esteja jogando de maneira previsível e descarta mudar o esquema tático. "Demorou quantos meses para chegar e qualificar esse sistema? Em uma semana você vai mudar tudo?", questionou o treinador em defesa de sua própria posição.

O grupo encerrou a preparação nesta quinta-feira em treino que foi aberto para a torcida nos momentos finais. Recuperados de problemas musculares, os atacantes Leandro Damião e William Pottker devem começar jogando, enquanto que o volante Rodrigo Dourado volta de suspensão. Além disso, Cláudio Winck vai ocupar a vaga de Alemão na lateral direita após duas rodadas de fora por estar tratando de uma lesão. Este é o time titular de Guto Ferreira, que se recuperou na competição e atingiu a liderança.

O CRB viajou para Porto Alegre com três desfalques. O lateral-direito Edson Ratinho vai cumprir suspensão e deve ser substituído por Marcos Martins. Com dores na coxa, o volante Olívio também fica de fora e abre espaço para Adriano. O atacante Zé Carlos, com problemas físicos, é outra baixa. "A gente sabe da dificuldade, mas já ganhamos deles em Maceió (2 a 0). O técnico era o Dado (Cavalcanti), mas temos atletas que estavam presentes e sabem que têm capacidade", disse o treinador Mazola Júnior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.