AP
AP

Em protesto, Leicester distribui 30 mil máscaras de Vardy antes de jogo

Jogador está suspenso da partida contra o Everton, na tradicional rodada do "Boxing Day"

Estadão Conteúdo

26 de dezembro de 2016 | 13h56

Em protesto contra a suspensão ao atacante Jamie Vardy, a diretoria do Leicester distribuiu cerca de 30 mil máscaras do jogador aos torcedores que compareceram ao jogo contra o Everton, nesta segunda-feira, na tradicional rodada do "Boxing Day" do Campeonato Inglês.

Nas arquibancadas do estádio King Power, até o próprio Vardy aparecia usando sua máscara no começo da partida desta 17ª rodada. Artilheiro do time na conquista do título da temporada passada, o atacante está fora por três jogos por conta de cartão vermelho recebido na rodada anterior.

Foi o cartão vermelho que causou o protesto do clube contra a Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês). O Leicester alega que a falta cometida pelo jogador não era para vermelho, nem mesmo para o cartão direto.

O lance da expulsão gerou polêmica tanto dentro de campo quanto na imprensa inglesa. Isso porque, na jogada, Vardy fazia disputa renhida com um rival, quando escorregou e tentou carrinho. Acabou acertando pela frente um outro jogador do Stoke. No entanto, a entrada pareceu ter sido ocasionada por empurrão que Vardy teria sofrido do outro rival. O Leicester não se manifestou oficialmente sobre as máscaras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.