Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

Em rara chance, Matheus Ribeiro tenta confirmar polivalência no Santos

Dorival Júnior indicou no treinamento que o atleta deve ser titular no jogo da Copa do Brasil, ante o Paysandu

Leandro Silveira, Estadao Conteudo

25 de abril de 2017 | 10h58

O duelo desta quarta-feira com o Paysandu é importante para as pretensões do Santos na Copa do Brasil, mas ainda mais decisivo para o futuro de Matheus Ribeiro, o escolhido pelo técnico Dorival Júnior para ocupar a lateral esquerda no jogo de ida das oitavas de final, agendado para as 19h30, na Vila Belmiro.

Lateral-direito de origem, Matheus Ribeiro chegou ao Santos no início do ano, após ser campeão da Série B do Campeonato Brasileiro pelo Atlético Goianiense, com o clube destacando a sua polivalência, por atuar nos dois lados, o que o deixaria como um reserva de dois titulares absolutos do time, Victor Ferraz e Zeca.

Até agora, porém, ele vinha sendo pouco aproveitado, tanto que só foi titular duas vezes, nas partidas contra São Bernardo e Novorizontino, pelo Campeonato Paulista, quando Dorival optou por poupar os principais jogadores do time. E em ambas oportunidades ele atuou na lateral direita.

Na esquerda, Dorival havia definido o meio-campista Jean Mota como substituto imediato de Zeca. E a lesão sofrida pelo titular no jogo que culminou na eliminação santista no Paulistão parecia ter aberto espaço para uma sequência do polivalente jogador na esquerda. Só que a sua expulsão logo na primeira oportunidade, na partida contra o Independiente Santa Fe, na Colômbia, abriu nova lacuna na lateral esquerda do Santos.

E ela será ocupada por Matheus Ribeiro. Já pensando no próximo compromisso pela Copa Libertadores, também contra o Santa Fe, em 4 de maio, quando Jean Mota precisará cumprir suspensão automática, Dorival indicou no treinamento da última segunda-feira que vai escalar Matheus Ribeiro nesta quarta contra o Paysandu.

"Ele quer muito a oportunidade e vai procurar dar o máximo para ajudar o Santos. Vamos conversar bastante, orientá-lo, para ele não sentir o ritmo de jogo. Ele sabe jogar na esquerda. Com esses dias de treinamentos, vai dar conta do recado", afirmou o zagueiro David Braz.

A partida, portanto, será um grande teste para Matheus Ribeiro, que ainda tendo que adquirir ritmo de jogo, precisará confirmar a sua condição de lateral polivalente para receber nova chance em um jogo de maior peso - o duelo com o Santa Fe - e até uma sequência no Santos enquanto o titular Zeca está afastados dos gramados.

Curiosamente, o adversário para Matheus Ribeiro mostrar o seu potencial traz ótimas lembranças ao lateral. Titular do Atlético-GO na conquista da Série B, ele marcou três gols na competição. E dois deles foram exatamente diante da equipe do Pará, em vitória por 2 a 1. A atuação decisiva será uma inspiração para o lateral enfim começar a conquistar seu espaço no Santos.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCSantosfutebolDorival Júnior

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.