Lucas Merçon/Fluminense
Lucas Merçon/Fluminense

Em reencontro de Ganso e Autuori, Flu encara Atlético Nacional na Sul-Americana

Fernando Diniz não poderá contar com Léo Artur, que tem sido titular, mas não está inscrito na competição

Redação, Estadão Conteúdo

23 de maio de 2019 | 08h25

No reencontro de Paulo Henrique Ganso e o técnico Paulo Autuori, o Fluminense enfrenta o Atlético Nacional, da Colômbia, nesta quinta-feira, às 21h30, no primeiro jogo da segunda fase da Copa Sul-Americana. O duelo será no Maracanã e opõe equipes em fases distintas.

Enquanto o time carioca, apesar de ainda não deslanchar na temporada, vive um bom momento, e vem de goleada sobre o Cruzeiro, no Campeonato Brasileiro, o rival colombiano, treinado pelo brasileiro Paulo Autuori, vive uma fase complicada.

Para chegar à segunda fase do torneio, o Fluminense deixou pelo caminho o Antofagasta, do Chile, após empatar sem gols no Rio de Janeiro e vencer o jogo de volta por 2 a 1 na casa do adversário. O Atlético Nacional, por sua vez, entrou direto na competição por ter caído na fase prévia da Copa Libertadores. A partida de volta será na próxima quarta-feira, dia 29, na Colômbia.

"Eu espero que a gente possa fazer um grande resultado aqui no Maracanã. É uma equipe que sabe jogar esse tipo de competição. Será um jogo duro. Realmente, o momento deles não é bom. Temos de estar atentos para não dar brecha a eles na nossa casa", disse Ganso, que foi treinado por Autuori no São Paulo em 2013.

Fernando Diniz não terá Léo Artur, que tem sido titular, mas não está inscrito na competição. Nas últimas atividades, o treinador testou os jovens João Pedro e Marcos Paulo, destaques nos últimos dois jogos contra o Cruzeiro. Um deles deve ser o escolhido para ser o centroavante, o que deslocará Yony González para o lado esquerdo do ataque.

No meio-campo, devem continuar Allan, Daniel e Ganso. O volante Airton voltou aos treinos nesta semana, mas ainda não está recuperado de uma lesão na coxa. Pedro é outro desfalque. O centroavante trata uma pancada na perna esquerda e, mesmo que tivesse condições físicas, não poderia jogar pois não está inscrito na competição.

EM CRISE

O Fluminense enfrentará o Atlético Nacional em um momento, teoricamente, bom para o time brasileiro. A equipe colombiana passa por um período complicado: não vence há três jogos, acumula desfalques e passa por incertezas. O técnico Paulo Autuori, muito pressionado, chegou a colocar o cargo à disposição no fim de semana, mas resolveu permanecer após se reunir com a diretoria e os jogadores.

Para piorar, Autuori não poderá contar com o zagueiro Alexis Henriquez, os meias Brayan Rovira e Jean Rivera, além do atacante Jeison Lucumí. Todos estão lesionados. Na frente, a esperança de gols é o veterano muito conhecido no Brasil Hernán Barcos, que atuou no Cruzeiro em 2018 e chegou ao time colombiano nesta temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.