Erwin Oliveira/Photo Frame
Erwin Oliveira/Photo Frame

Em respeito à Chapecoense, campanha quer evitar 'caixões do Inter' na Arena Grêmio

Provocação é uma alusão ao iminente rebaixamento do maior rival, o Internacional

O Estado de S.Paulo

07 de dezembro de 2016 | 06h00

Uma campanha para evitar que torcedores do Grêmio levem, nesta quarta-feira à noite na Arena Grêmio na finalíssima da Copa do Brasil contra o Atlético-MG, caixões vermelhos com uma cruz branca desenhados na tampa – em alusão ao iminente rebaixamento do maior rival, o Internacional – ganhou as redes sociais nos últimos dias. Tudo por conta do respeito às vítimas do acidente aéreo com a delegação da Chapecoense. 

Gremistas compartilharam a campanha, especialmente no Facebook e no Twitter, durante a última semana. A própria segurança da Arena Grêmio poderá barrar a entrada destes objetos, embora o clube não tenha se pronunciado oficialmente sobre o tema. 

Os pedidos foram, aparentemente, bem aceitos pela torcida do Grêmio, nas redes sociais. Além dos caixões, os gremistas não levarão nem mesmo o ‘Fantasma da B’ – um lençol branco com a letra B e que mais uma vez remete ao péssimo momento do Internacional, que tentará no próximo final de semana evitar o rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. 

Caixões com as cores do maior rival são uma tradição em jogos em várias regiões do Brasil, especial nos Estados do Sul do País e no Rio de Janeiro. Além disso, também são muito usados em outros países da América do Sul, como Argentina e Uruguai. 

Em 2004, um dia depois de o rebaixamento do Grêmio ser confirmado no Brasileirão daquele ano, a torcida do Internacional levou centenas de caixões nas cores azul, preto e branco em uma partida contra o Corinthians. 

'FANTASMA'

 Já o lençol branco com o B em vermelho começou a ser utilizado com maior frequência nos estádios do continente em 2011, quando o River Plate foi rebaixado e torcedores do Boca Juniors, o maior rival da equipe, passaram a levar o lençol branco em todos as partidas da equipe. 

No Brasil, a brincadeira também tem os seus adeptos. Na última rodada, no dia 27 de novembro, o Internacional venceu o Cruzeiro por 1 a 0 no Beira-Rio. No começo do segundo tempo, um drone com o ‘Fantasma da B’ sobrevoou o estádio, para a irritação dos colorados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.