Em resultado ruim, Bahia e Atlético-MG só empatam em Salvador

Em resultado ruim, Bahia e Atlético-MG só empatam em Salvador

Placar de 1 a 1 pode fazer equipe mineira deixar o G-4 nesta quarta, enquanto os donos da casa permanecem na zona de rebaixamento

TIAGO DÉCIMO, O Estado de S. Paulo

22 de outubro de 2014 | 00h10

Em jogo movimentado e de muitas alternativas, Bahia e Atlético Mineiro ficaram no empate por 1 a 1, nesta terça-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time mineiro, que saiu na frente, perdeu a chance de se aproximar mais do líder Cruzeiro e a equipe baiana desperdiçou a oportunidade de sair da zona de rebaixamento.

O Atlético chegou a 51 pontos e assumiu provisoriamente a terceira colocação - pode ser ultrapassado por Internacional e Corinthians, nesta quarta, e deixar o G4. Já o Bahia tem 31 pontos e ocupa a 17.ª posição.

O jogo começou em alta velocidade, com os dois times buscando o gol do adversário. Ambos criaram boas oportunidades, mas esbarraram na falta de pontaria dos atacantes. Na melhor chance do primeiro tempo, aos 35 minutos, o lateral-direito Diego Macedo, do Bahia, improvisado como meia, recebeu lançamento pelo lado esquerdo do ataque, invadiu a área, passou pelo goleiro Victor com um chapéu, mas, na hora de concluir, chutou sem direção, por cima do gol.

O ritmo seguiu acelerado na segunda etapa e, logo aos 8 minutos, o Atlético chegou ao gol. Diego Tardelli acionou o lateral Douglas Santos pela esquerda e ele cruzou para Luan, sozinho, cabecear no canto direito, fora do alcance do goleiro Marcelo Lomba.

O gol forçou o Bahia a sair para o ataque. O técnico Gilson Kleina sacou os laterais Pará e Diego Macedo e o meia Marcos Aurélio para colocar o meia Lincoln e os atacantes William Barbio e Potita. Por outro lado, fez a equipe baiana afrouxar a marcação, facilitando os contra-ataques do Atlético, que seguiu criando boas oportunidades. Na mais clara, aos 38 minutos, Maicosuel arrancou desde o meio de campo e deixou Diego Tardelli na frente do gol, sozinho. O atacante, porém, chutou em cima de Marcelo Lomba.

No minuto seguinte, o Bahia chegou ao empate. Guilherme Santos recebeu belo lançamento de Uelliton, ganhou da defesa na corrida e encobriu o goleiro Victor. Na comemoração, o jogador tirou a camisa e, como já havia levado um cartão amarelo, foi expulso. Com um jogador a mais, o Atlético foi atrás da vitória. Aos 45, Diego Tardelli chegou a marcar, mas o árbitro assinalou uma falta do atacante. Tardelli reclamou e acabou também sendo expulso.

Na próxima rodada, a 31.ª, o Atlético recebe o Sport, no estádio Independência, em Belo Horizonte, neste sábado, às 18h30. Também no sábado, mas às 21 horas, o Bahia enfrenta o Internacional, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 1 x 1 ATLÉTICO-MG

BAHIA - Marcelo Lomba; Railan, Lucas Fonseca, Demerson e Pará (William Barbio); Uelliton, Bruno Paulista, Diego Macedo (Lincoln), Guilherme Santos e Marcos Aurélio (Potita); Henrique. Técnico: Gilson Kleina.

ATLÉTICO-MG - Victor; Marcos Rocha, Jemerson, Edcarlos e Douglas Santos; Josué, Dátolo (Cesinha) e Guilherme (Maicosuel); Luan (Pierre), Diego Tardelli e Carlos. Técnico: Levir Culpi.

GOLS - Luan, aos 8, e Guilherme Santos, aos 39 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Pará (Bahia); Josué, Edcarlos e Luan (Atlético-MG).

CARTÕES VERMELHOS - Guilherme Santos (Bahia); Diego Tardelli (Atlético-MG).

ÁRBITRO - Elmo Alves Resende Cunha (GO).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoBahiaAtlético-MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.