Twitter/AtléticoPR/Reprodução
Twitter/AtléticoPR/Reprodução

Em resultado ruim para os dois, Atlético-PR e Botafogo empatam sem gols no Paraná

Equipe carioca deixa o G6 do Brasileirão, enquanto que time paranaense fica em 16º após resultados da rodada

Estadão Conteúdo

20 de julho de 2017 | 23h14

O jogo na Arena da Baixada, em Curitiba, foi movimentado com muita marcação e poucas chances de gol. Com tudo isso, o empate em 0 a 0 entre Atlético Paranaense e Botafogo, nesta quinta-feira, pela 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro, não foi nada bom para as duas equipes, que não conseguiram atingir os seus distintos objetivos na competição.

Para o Botafogo, que adotou uma postura mais defensiva, o ponto conquistado no Paraná fez com que deixasse o G6 - a zona de classificação à próxima edição da Copa Libertadores. Com a goleada do Sport sobre o lanterna Atlético Goianiense, o time carioca caiu para o sétimo lugar, com 23 pontos - empatado com o Palmeiras, mas com uma vitória a menos (7 a 6).

Para o Atlético Paranaense, o drama para fugir da zona de rebaixamento continua. Na última quarta-feira, Ponte Preta e Bahia venceram e deixaram a equipe de Curitiba na boca da degola - na 16.ª colocação, agora com 17 pontos. Para complicar ainda mais, o São Paulo, o primeiro que hoje estaria rebaixado, também ganhou e se aproximou com 15 pontos.

Neste domingo, às 19 horas, os dois times tentarão buscar a tão sonhada vitória que não veio nesta quinta-feira. Também em Curitiba, o Atlético Paranaense receberá a Ponte Preta. O Botafogo mais uma vez jogará como visitante - contra o Atlético Goianiense, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia.

Em campo, o que mais se viu foram faltas e cartões amarelos - nove no total, inclusive um vermelho para o lateral-direito Emerson Santos, do Botafogo, que foi duplamente amarelado no segundo tempo e, consequentemente, expulso pelo árbitro gaúcho Anderson Daronco.

Para se ter ideia do quanto foi pegado o duelo, cada time teve apenas uma chance real de gol em toda a partida. E as duas apenas no segundo tempo. Aos 33 minutos, a oportunidade do Atlético Paranaense. Nikão chutou forte e Jefferson espalmou para o lado. A sobra ficou para Ederson, que não teve tempo de tocar na bola porque Victor Luis chegou mais rápido e conseguiu fazer o corte para escanteio.

A chance do Botafogo aconteceu nos acréscimos do jogo, quando já estava com um jogador a menos. Aos 48 minutos, Guilherme disparou sozinho no contra-ataque e, da entrada da área, chutou rasteiro no canto esquerdo baixo do gol de Weverton. Bruno Silva estava em boa posição pela direita para receber, mas ficou só na lamentação.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 0 x 0 BOTAFOGO

ATLÉTICO-PR - Weverton; Jonathan (Gustavo Cascardo), Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Eduardo Henrique (Guilherme), Lucho González e Nikão; Douglas Coutinho (Ederson) e Pablo. Técnico: Fabiano Soares.

BOTAFOGO - Jefferson; Emerson Santos, Igor Rabello, Joel Carli e Victor Luis; Rodrigo Lindoso (Marcelo), Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Gilson) e Roger (Guilherme). Técnico: Jair Ventura.

CARTÕES AMARELOS - Lucho González, Nikão e Otávio (Atlético-PR); Jefferson, Igor Rabello, Rodrigo Pimpão, Joel Carli e Rodrigo Lindoso (Botafogo).

CARTÃO VERMELHO - Emerson Santos (Botafogo).

ÁRBITRO - Anderson Daronco (Fifa/RS).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 17.191 pagantes.

LOCAL - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.