Glyn Kirk/AFP
Glyn Kirk/AFP

Em retorno após 11 meses, Murray leva virada de Kyrgios em Queen's

Ex-número 1 do ranking não atuava desde a última edição de Wimbledon, com um problema no quadril

Estadão Conteúdo

19 Junho 2018 | 15h34

Em seu retorno às quadras após 11 meses, o escocês Andy Murray fez bom duelo contra o australiano Nick Kyrgios nesta terça-feira, mas acabou levando a virada e se despediu logo na estreia no Torneio de Queen's, em Londres. O ex-número 1 do mundo foi derrotado pelo placar de 2 sets a 1, com parciais de 2/6, 7/6 (7/4) e 7/5, em 2h40min.

+ Federer vence fácil na estreia em Halle e pega francês 'fregues' na 2ª rodada

+ Confira mais notícias de tênis

Murray não jogava uma partida desde a edição do ano passado de Wimbledon, em julho. Na ocasião, foi eliminado nas quartas de final, quando já demonstrava sinais de dores no quadril. Ele, então, se afastou das quadras para iniciar tratamento do problema físico, na esperança de evitar uma cirurgia.

Seu plano inicial era de ficar afastado somente até o fim da temporada passada para retornar em janeiro. Mas o tratamento não evoluiu bem e ele se viu na necessidade de ser submetido a uma operação no quadril no primeiro mês do ano. Desta forma, adiou ainda mais o seu retorno às quadras.

Onze meses depois, enfim, ele voltou a jogar uma partida no circuito profissional nesta terça. E, atualmente na 156ª posição do ranking, ele fez bom começo de jogo contra Kyrgios, atual 21º do mundo, ao faturar duas quebras de saque no set inicial, abrindo vantagem no confronto.

Na segunda parcial, o australiano iniciou reação. Após duas quebras de saque para cada lado, o set foi decidido no tie-break, com vantagem para o australiano. O duelo seguiu equilibrado na terceira parcial, decidido nos detalhes. Apesar do cansaço, Murray se manteve no duelo até sofrer quebra decisiva para a vitória de Kyrgios.

O tenista britânico não confirmou se entrará em quadra na próxima semana para disputar mais um torneio em preparação para Wimbledon. O terceiro Grand Slam da temporada terá início no dia 2 de julho.

Enquanto Murray se despedia da competição, de nível ATP 500, o sérvio Novak Djokovic estreava com vitória. O ex-número 1 do mundo bateu o australiano John Millman por 6/2 e 6/1, em apenas 1h05min de duelo. Djokovic fechou o jogo sem ter seu saque ameaçado, dado o grande domínio exibido em quadra. O sérvio faturou cinco quebras para confirmar o favoritismo.

Nas oitavas de final, o tenista da Sérvia vai encarar o búlgaro Grigor Dimitrov. O cabeça de chave número dois na competição londrina estreou com vitória nesta terça ao superar o bósnio Damir Dzumhur por 6/3, 6/7 (4/7) e 6/3.

Vice-campeão na grama de Stuttgart, no fim de semana, o canadense Milos Raonic venceu na estreia em Queen's. Batido por Roger Federer na final no torneio alemão, o ex-Top 10 contou com o abandono do indiano Yuki Bhambri. Raonic vencia por 6/1 e 3/1 quando o adversário desistiu da partida.

Seu próximo adversário será o espanhol Feliciano López, que avançou ao bater o belga David Goffin na rodada de abertura por 6/3, 6/7 (7/9) e 6/3. Em outros confrontos desta terça, o argentino Leonardo Mayer eliminou o sul-africano Kevin Anderson por 7/6 (7/4), 4/6 e 7/6 (7/3), enquanto o francês Julien Benneteau despachou o checo Tomas Berdych por 7/5, 3/6 e 6/3.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.