Fabrizio Bensch/ Reuters
Fabrizio Bensch/ Reuters

Em reunião, FPF promete a clubes que vai pagar testes para covid-19

Entidade quer bancar exames para os atletas que vão disputar as partidas restantes do Campeonato Paulista

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

04 de maio de 2020 | 19h17

A Federação Paulista de Futebol (FPF) sinalizou aos clubes nesta segunda-feira que deve arcar com os custos dos testes que serão aplicados futuramente nos jogadores para detectar se estão contaminados com o novo coronavírus. A entidade divulgou o plano durante videoconferência realizada com as equipes participantes da elite da competição estadual. No encontro ficou definido que os 16 times participantes só voltarão aos treinos quando as autoridades estaduais de saúde liberarem.

Segundo um dirigente presente à reunião, a FPF apresentou uma versão do protocolo médico para volta aos treinos. "Vai ter um cuidado extremo. Todos os testes prévios serão realizados. A Federação (Paulista) vai arcar com os custos de todos esses testes para os jogadores", disse. A ideia é fazer esse controle quando os jogadores se reapresentarem aos treinos. Depois disso, os atletas devem ficar concentrados durante 15 dias, à espera da data da reestreia. Esse período de confinamento servirá para que eles não sejam infectados pela doença em outros ambientes.

Os times aprovaram a proposta de os testes serem pagos pela FPF, principalmente por se tratarem de exames caros e trazidos do exterior. Em média cada teste custa R$ 300. Algumas das principais equipes do Estado já se preparavam para comprar lotes, principalmente para facilitar o retorno dos jogadores aos treinos. Até agora nenhum time paulista voltou às atividades. Os jogadores continuam treinando de casa e sem previsão de retorno aos campos de treinamento.

O protocolo médico feito pela FPF e conduzido pelo diretor da entidade, Moisés Cohen, foi enviado ao governo de São Paulo nos últimos dias. A entidade aguarda agora adaptações e sugestões antes de prosseguir com um cronograma de discussões sobre a volta dos times. "Ainda não se fala em quando voltar o Paulista, apenas se fala em como fazer para garantir a volta do Campeonato", disse um dirigente.

O Campeonato Paulista foi suspenso em 16 de março pela própria FPF. A entidade reforça o desejo de terminar a disputa em campo, mesmo que seja com jogos com os portões fechados. Restam mais duas rodadas para encerrar a etapa inicial e depois ainda precisa ser disputada a fase final com os oito classificados e também o troféu de campeão do interior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.