Em Rio Preto, ingressos se esgotam

Em apenas um dia, as 19,1 mil entradas para a partida entre Santos e Vasco da Gama, em São José do Rio Preto - a cerca de 450 km da capital - praticamente esgotaram. O jogo será decisivo para o time santista, que pode sair do estádio Benedito Teixeira, na cidade, com a taça de campeão do Campeonato Brasileiro. A organização tentava conseguir pelo menos mais cinco mil ingressos para serem vendidos amanhã. De hoje, restaram menos de mil bilhetes. Durante todo o dia, a fila foi extensa, chegando a 3,5 mil pessoas aguardando uma vaga na bilheteria do estádio, onde há 20 guichês, mas apenas quatro funcionaram. Policiais militares acompanharam as vendas e tiveram que acalmar alguns torcedores mais tensos e os cambistas espertos que pretendiam "furar a fila". No final da tarde, quando se esperava que acabassem os ingressos, a Força Tática e o Canil foram chamados para reforçar a segurança no local. O tempo médio de espera foi de cerca de 3 horas, sob um sol de 34 graus. Mas para muitos santistas, alguns até de longe, vai valer a pena. "Um 3 a 0 é bom demais", apostou Evaldo Rosa de Moraes, de 55 anos, que pela primeira vez vai assistir um final do Santos. Esta é a primeira final da séria A do Brasileirão em Rio Preto. O auxiliar de produção Dediel Riçaaccacio, de 27 anos, percorreu 260 km para comprar 20 ingressos e voltar para o jogo no domingo, às 16 horas, com os amigos de Franca. Enfrentou a fila duas vezes e pediu ajuda para quem comprava apenas uma entrada. O limite foi de cinco bilhetes por pessoa. A diretoria do América Futebol Clube passou o dia todo em reunião às portas fechadas. O time do Santos chega amanhã, com previsão para as 15 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.