Em ritmo de treino, Botafogo goleia Duque de Caxias

Atacante Reinaldo fechou a goleada por 4 a 0; time soma 10 pontos no Grupo B do Estadual do Rio

AE, Agencia Estado

22 de março de 2009 | 18h43

Em ritmo de treino, o Botafogo goleou neste domingo o Duque de Caxias por 4 a 0 e se manteve como favorito à classificação para a semifinal da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. O público pequeno no Engenhão - pouco mais de 3 mil pessoas - já demonstrava a disparidade entre as duas equipes.

Veja também:

tabela Estadual do Rio 2009 - Classificação / Resultados / Calendário

link Parreira se diz satisfeito com vitória de virada

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O Botafogo só não aplicou um placar mais elástico porque preferiu se poupar, e chegou a 10 pontos no Grupo B. Já o Duque de Caxias, que perdeu seus quatro jogos e segura a lanterna do Grupo A, mostrou que vai precisar reforçar bastante no seu elenco se não quiser fazer feio na Série B, que disputará a partir de março.

Após passe do lateral Thiaguinho, Maicosuel marcou o primeiro gol e caiu nas graças da torcida, que o trata como o novo ídolo de General Severiano. Ele saiu no intervalo, reclamando de dores no tornozelo. Na etapa final, os gols foram surgindo naturalmente, apesar do esforço do goleiro Borges em tentar evitar a goleada.

Batista cobrou falta e o zagueiro Emerson desviou de cabeça para fazer o segundo. Depois, Victor Simões e Reinaldo, em duas cobranças de pênalti, fecharam o placar. Reinaldo, por sinal, quebrou um tabu particular, o de nunca ter marcado gol no Engenhão.

Também neste domingo, o Volta Redonda venceu o Resende por 3 a 0, fora de casa, e chegou a 6 pontos no Grupo B, enquanto o rival, vice-campeão da Taça Guanabara, soma 4 pontos no Grupo A.

Ficha técnica:

Botafogo 4 x 0 Duque de Caxias

Botafogo - Renan; Emerson, Juninho (Alex Lopes) e Leandro Guerreiro; Alessandro, Batista, Fahel, Maicosuel (Lucas Silva) e Thiaguinho (Gabriel); Reinaldo e Victor Simões. Técnico: Ney Franco.

Duque de Caxias - Borges; Douglas Silva, Henrique, Eduardo Teles e Alan; Cadu, Pingo (Leo Oliveira), Geovane e Juninho (Cléber); Deni (Dudu) e Anderson. Técnico: Carlos César.

Gols - Maicosuel, aos 18 minutos do primeiro tempo; Emerson, aos 4, Victor Simões, aos 11, e Reinaldo, aos 26 do segundo tempo.

Árbitro - Wagner dos Santos Rosa.

Cartões amarelos - Victor Simões (Botafogo); Douglas Silva, Cadu, Geovane e Anderson (Duque de Caxias).

Cartão vermelho - Henrique (Duque de Caxias).

Renda - R$ 61.278,50.

Público - 3.494 pagantes.

Local - Engenhão, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.