Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Em ritmo de treino, Flamengo goleia o Madureira na estreia da Taça Rio

Rubro-negro não precisa se esforçar para fazer 4 a 0 no Engenhão

Estadão Conteúdo

21 de fevereiro de 2018 | 21h50

O Flamengo mostrou que não estava de ressaca por causa do título da Taça Guanabara - o primeiro turno do Campeonato Carioca - conquistado no último domingo. Nesta quarta-feira, o time rubro-negro estreou com o pé direito na Taça Rio (segundo turno) ao golear o Madureira por 4 a 0, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro.

+ TEMPO REAL - Flamengo 4 x 0 Madureira

+ Fluminense começa a Taça Rio com goleada sobre o Bangu

Ainda invicto no Campeonato Carioca, o Flamengo somou os seus primeiros três pontos no Grupo B da Taça Rio, enquanto que o Madureira está na lanterna do Grupo C e segue sem vencer. Agora são três empates e três derrotas no Estadual.

Com força praticamente máxima mesmo depois do título da Taça Guanabara, o Flamengo começou pressionando o adversário e quase abriu o placar logo aos seis minutos. Diego aproveitou rebote da defesa e acertou um bonito chute de primeira. O goleiro Jonathan foi buscar no cantinho. O time visitante não conseguia jogar e era encurralado pelo rival rubro-negro.

Aos 17 minutos, Diego cobrou falta com perfeição por cima da barreira e mandou no ângulo de Jonathan, abrindo o placar. O Flamengo continuou em cima. Diego invadiu a área e foi calçado por trás, mas o árbitro Marcelo de Lima Henrique não marcou pênalti e amarelou o camisa 10 por reclamação.

De tanto pressionar, o Flamengo ampliou aos 35 minutos. Jonas deu um balão para dentro da área no rebote do escanteio e Lucas Paquetá, livre de marcação, tirou do goleiro.

O panorama do jogo continuou o mesmo no segundo tempo. Aos nove minutos, Everton Ribeiro foi derrubado por Rezende dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Henrique Dourado cobrou bem e marcou o terceiro do Flamengo. Na sequência, quase o Madureira fez o gol de honra. Luciano bateu forte e Diego Alves fez boa defesa.

Depois de Jonas assustar em chute de fora da área, Vinícius Júnior fez grande jogada individual e cruzou para Diego. Jonathan tocou na bola, que ainda bateu na trave antes de sair pela linha de fundo. Na sequência foi a vez de Henrique Dourado levar perigo ao finalizar na rede pelo lado de fora.

Ygor Catatau por muito pouco não marcou o primeiro do Madureira. A cabeçada saiu raspando a trave de Diego Alves. No entanto, quem balançou as redes novamente foi o Flamengo, aos 39 minutos. Jonathan salvou em chutes de Henrique Dourado e Diego, mas Vinícius Júnior não desperdiçou e deu números finais à partida.

O Flamengo volta a campo neste sábado no clássico contra o Fluminense, às 17 horas, na Arena Pantanal, em Cuiabá. Os dois times não entraram em um acordo com o Botafogo para o aluguel do estádio do Engenhão. Já o Madureira recebe o Volta Redonda na segunda-feira, às 15h45, em Conselheiro Galvão. Os jogos serão válidos pela segunda rodada.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 4 x 0 MADUREIRA

FLAMENGO - Diego Alves; Rodinei, Réver, Rhodolfo e Renê (Trauco); Jonas (Rômulo), Diego e Everton Ribeiro (Vinícius Júnior); Lucas Paquetá, Everton e Henrique Dourado. Técnico: Paulo César Carpegiani.

MADUREIRA - Jonathan; Felipe Formiga, João Carlos, Edmario e Renan (Leandro Carvalho); Thiago Medeiros, Rezende, Tessio (Douglas Lima) e Luciano (Julio César); Ygor Catatau e Souza. Técnico: Djair.

GOLS - Diego, aos 17, e Lucas Paquetá, aos 35 minutos do primeiro tempo; Henrique Dourado (pênalti), aos 9, e Vinícius Júnior, aos 39 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Diego (Flamengo); Rezende (Madureira).

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique.

RENDA - R$ 105.520,00.

PÚBLICO - 3.465 pagantes (4.672 no total).

LOCAL - Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.