Em Salvador, Vitória ganha do CRB por 3 a 1 e dorme na liderança da Série B

Com um primeiro tempo perfeito, o Vitória conquistou um grande resultado em termos de acesso à elite do futebol brasileiro. Nesta sexta-feira, o clube baiano venceu o CRB por 3 a 1, em partida realizada no estádio Barradão, em Salvador, pela 13.ª rodada, e de quebra assumiu provisoriamente a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B, com 25 pontos, ultrapassando Náutico, Bahia, América-MG e Botafogo, todos com 24.

Estadão Conteúdo

18 de julho de 2015 | 00h06

Com o triunfo, o time rubro-negro baiano vai para o seu quarto jogo sem derrotas e precisará torcer contra seus adversários diretos para seguir na primeira colocação ao término da rodada. O CRB, por sua vez, já soma quatro tropeços seguidos e segue em 13.º lugar com 15 pontos. O Boa, 17.º colocado, dentro da zona de rebaixamento, tem 11.

Em ascensão, o Vitória bombardeou o CRB no primeiro tempo. O técnico Vagner Mancini armou o time com inteligência, buscando o gol o tempo todo, recuando quando preciso e eficaz no setor ofensivo. Logo aos 11 minutos, o clube baiano abriu o placar. Escudero, voltando de dois jogos de suspensão, fez boa jogada pelo lado esquerdo e cruzou. Daniel Marques se atrapalhou e jogou contra as próprias redes.

A equipe alagoana se recuperou depois do susto, desperdiçou boas chances com Audálio e Cañete e acabou punido. Aos 42 minutos, quando via o adversário melhor, o Vitória aumentou o marcador. Amaral cruzou do meia da rua na cabeça de Elton. O atacante, que não marcava há cinco jogos, só escorou para as redes.

O golpe fatal veio três minutos depois. Após boa trama do setor ofensivo, Diego Renan cruzou, a bola quicou no gramado, passou por baixo da perna de Elton e foi até a cabeça de Diogo Mateus, que testou firme para fazer o terceiro.

O segundo tempo rolou como era esperado. O Vitória tirou o pé do acelerador e apenas controlou a vantagem. Chegou pouco ao ataque, mas também não viu o goleiro Fernando Miguel ser muito exigido. O CRB ficou com a posse da bola, tentou esboçar uma pressão, mas pecou na falta de pontaria.

Apesar de todos os erros, diminuiu aos 45 minutos, mas já era tarde. Leandro Brasília arriscou o chute de fora da área e mandou para o gol. O clube baiano, por sua vez, poderia ter feito o quarto em um único lance, no voleio de Elton, que foi para fora.

Na próxima rodada, o Vitória encara o Náutico no próximo dia 25, um sábado, às 16h30, na Arena Pernambuco, no Recife. Já o CRB recebe o Paysandu no mesmo dia e horário, no estádio Rei Pelé, em Maceió.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 3 x 1 CRB

VITÓRIA - Fernando Miguel; Diogo Mateus, Ramon, Guilherme Mattis (Ednei) e Diego Renan; Amaral, Flávio, Pedro Ken (Rogério) e Escudero; Rhayner (David) e Elton. Técnico: Vagner Mancini.

CRB - Júlio Cesar; Audálio, Gabriel, Daniel Marques (Leandro Brasília) e Gleidson Souza; Josa, Olívio e Glaydson Almeida; Danilo Bueno e Cañete (Jefferson Cafu); Zé Carlos. Técnico: Mazola Júnior.

GOLS - Daniel Marques (contra), aos 11, Elton, aos 42, e Diogo Mateus, aos 45 minutos do primeiro tempo; Leandro Brasília, aos 45 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Diogo Mateus e Ramon (Vitória); Gabriel, Glaydson Almeida e Olívio (CRB).

ÁRBITRO - Leandro Bizzio Marinho (SP).

RENDA - R$ 142.781,00.

PÚBLICO - 10.458 pagantes.

LOCAL - Estádio Barradão, em Salvador (BA).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BVitóriaCRB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.