Divulgação
Divulgação

Em Santa Catarina, Coritiba estreia sob pressão no Campeonato Brasileiro

O Campeonato Brasileiro ainda não começou, mas o Coritiba já estreia pressionado. O time paranaense precisa da vitória diante da Chapecoense neste sábado, às 18h30, na Arena Condá, em Chapecó (SC), para apagar os maus resultados das últimas partidas.

Estadão Conteúdo

09 de maio de 2015 | 08h46

A equipe do técnico Marquinhos Santos vem de um vice-campeonato Estadual humilhante. Perdeu os dois jogos da decisão para o Operário, de Ponta Grossa (PR), sendo o segundo com direito a 3 a 0 em pleno estádio Couto Pereira. Para piorar, no meio da semana, caiu diante do Fortaleza por 2 a 1, no Ceará, no jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil.

O clima esquentou e Marquinhos Santos chegou a cobrar publicamente Negueba, um dos reforços para a temporada. "Ele precisa ter atitude. Não adianta só levar a bola para o lado do campo e buscar a jogada do drible em uma zona que não tem nenhuma produtividade. Ele tem que ser mais objetivo", comentou após a última derrota.

Apesar das críticas, Negueba deve ser titular no duelo em Chapecó. O principal problema para escalação está no ataque. Wellington Paulista sofreu um entorse contra o Fortaleza e está fora da estreia no Brasileirão. Para a vaga dele, o treinador tem como opções Wallyson e Keirrison.

A boa notícia para o treinador é que o nome do meia Thiago Galhardo apareceu no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF e está liberado para entrar em campo neste sábado. Além dele, o zagueiro Leandro Silva e o meio campista Ruy, que também foram contratados, estão regularizados para estrear.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCoritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.