Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Em Santa Catarina, Grêmio corre atrás da reabilitação no Brasileirão

Tricolor gaúcho não quer perder os primeiros colocados do campeonato de vista

Elder Ogliari, Agência Estado

11 de maio de 2014 | 09h25

CHAPECÓ - O Grêmio enfrenta a Chapecoense neste domingo, às 16 horas, na Arena Condá, em Chapecó (SC), pela quarta rodada, com a obrigação de vencer para recuperar a confiança e não ficar muito atrás dos líderes do Campeonato Brasileiro. Derrotado na final do Campeonato Gaúcho, eliminado da Copa Libertadores e com apenas quatro pontos em três jogos da principal competição nacional, o time tricolor está sob desconfiança da própria torcida e luta para mostrar que pode voltar a disputar títulos expressivos. O jejum já dura 13 anos, desde a conquista da Copa do Brasil de 2001.

Na tentativa de devolver a competitividade ao time, o técnico Enderson Moreira, que já havia trocado Zé Roberto por Alán Ruiz, vai substituir outro meia, Luan, por Rodriguinho. Mesmo admitindo que a alteração reduz um pouco da velocidade da equipe, o treinador acredita o novo titular amplia a capacidade ofensiva porque bate bem na bola de fora da área.

O zagueiro Pedro Geromel, que vinha substituindo Rhodolfo, também sofreu contusão e será substituído por Bressan.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGrêmioChapecoense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.