Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Em São Januário, Vasco e Flamengo prometem clássico emocionante neste sábado

Após início ruim, equipes estão próximas do topo da tabela, mas técnicos têm desfalques de titulares

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

08 de julho de 2017 | 08h06

Uma das maiores rivalidades do futebol brasileiro terá um novo capítulo às 18 horas deste sábado, no estádio de São Januário, no Rio. Vasco e Flamengo se enfrentam pelo Campeonato Brasileiro em um jogo que promete ser um dos mais emocionantes da 12.ª rodada. Apesar da campanha irregular, o time cruzmaltino se mantém na parte de cima da tabela de classificação. A equipe rubro-negra, por sua vez, vem de três vitórias seguidas na competição e busca a vice-liderança.

Os dois times têm desfalques. No Vasco, os volantes Douglas e Jean estão suspensos, enquanto que o zagueiro Breno se recupera de lesão. Já o Flamengo não contará com o lateral-direito Pará, machucado, e com o zagueiro Juan, que será poupado.

Mesmo assim, as equipes prometem um grande jogo. "Não olho para os problemas, mas para as soluções. Vejo o que posso fazer melhor", minimizou o técnico do Vasco, Milton Mendes. Ele promoverá as entradas de Wellington e Bruno Paulista no meio de campo. "Nós não jogamos com primeiro ou segundo volante, usamos ocupação de espaços. Esses dois encaixam perfeitamente, um é destro e o outro é canhoto, um passa e o outro arranca. Tenho plena confiança em todos eles".

No Flamengo, o técnico Zé Ricardo prevê que o rival partirá para cima. "Espero um Vasco agressivo na marcação. Eles não tiveram compromisso durante a semana e devem colocar uma pressão no início do jogo", avaliou. "Milton (Mendes) está fazendo uma equipe muito competitiva. Teremos que jogar no nosso limite".

Em comum, os dois técnicos demonstram a vontade de vencer o "Clássico dos Milhões". "É um jogo diferente, atmosfera diferente", comentou Milton Mendes. "Estamos preparados e ansiosos para o momento do jogo porque queremos vencer. Sabemos da responsabilidade de jogar contra o Flamengo, excelente time, com excelentes jogadores e excelente treinador, mas temos nossas armas. Vamos com força total".

Zé Ricardo também promete um time ofensivo. "O Flamengo não vai mudar o jeito de ser. Jogar para cima, tentar envolver o adversário. Mas do outro lado há uma grande equipe. Mas Serão as circunstâncias do jogo que vão decidir se vão ter muitos gols", avaliou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.