Em seu 400.º jogo, Fred marca e Flu goleia a Portuguesa

No dia em que completou seu 400.º jogo na carreira, Fred deixou sua marca e ajudou o Fluminense a sair com a vitória diante da Portuguesa, por 4 a 1, neste sábado, no Engenhão, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O atacante fez o terceiro gol da equipe, no segundo tempo, justamente quando o adversário esboçava uma reação.

GABRIEL MELLONI, Agência Estado

16 de junho de 2012 | 23h02

O confronto deste sábado foi especial para Fred também por outro motivo. Foi seu 127.º jogo pelo Fluminense, que se tornou a equipe pela qual ele mais atuou, superando as 126 partidas que havia feito pelo Lyon, da França.

Com o resultado, o Fluminense manteve a invencibilidade no Brasileirão e chegou a nove pontos na tabela, na nona colocação. Na próxima rodada, a equipe enfrenta o Atlético-GO, no dia 24, no Serra Dourada. Já a Portuguesa, que estacionou nos quatro pontos, em 13.º, recebe o São Paulo no Canindé, no sábado que vem.

O JOGO - O Fluminense começou melhor a partida, pressionando e abusando das jogadas com Wellington Nem. Em uma dessas, o meia-atacante quase marcou, depois de a bola desviar na defesa adversária. Mas a Portuguesa rapidamente equilibrou. Aos 11 minutos, Vandinho aproveitou erro da zaga e bateu com perigo.

O atacante era a principal arma da equipe paulista, que passou a gostar do jogo e a imprimir seu ritmo. Na parte final do primeiro tempo, a Portuguesa já dominava a partida. Aos 31 minutos, Vandinho quase marcou, em chute de longe. Um minuto depois, ele mesmo aproveitou boa troca de passes e exigiu boa defesa de Diego Cavalieri.

Quando os paulistas eram superiores, o Fluminense chegou ao primeiro gol, aos 41 minutos, com aquele que era seu destaque até então. Jean deu lindo lançamento para Fred, que bateu de primeira. Gledson fez ótima defesa, mas no rebote Wellington Nem, sozinho, empurrou para o gol.

No minuto seguinte, os visitantes quase empataram. Raí chegou pela esquerda e cruzou. Diego Cavalieri espalmou, a bola sobrou no meio da área, mas Vandinho não conseguiu bater. Os jogadores da Portuguesa reclamaram de pênalti.

Logo no início do segundo tempo, o Fluminense chegou ao segundo gol. Depois de boa chance perdida por Wellington Nem, Deco cobrou escanteio na cabeça de Anderson, que subiu sozinho e cabeceou sem chance para Gledson.

A Portuguesa dava mostras de desânimo com a desvantagem, mas conseguiu seu gol aos 17 minutos, com Ricardo Jesus, após cruzamento de Henrique. No minuto seguinte, o time paulista voltou a levar perigo em cruzamento. Desta vez, Vandinho subiu sozinho e acertou o travessão.

A partida ficou fria, mas o Fluminense conseguiu chegar ao terceiro gol, com Fred. Aos 33 minutos, ele recebeu grande lançamento de Deco, dominou com o peito, tirando da zaga, e bateu cruzado. Aos 42 minutos, Deco, novamente, deixou Lanzini na cara do gol e o argentino selou o placar.

FLUMINENSE 4 X 1 PORTUGUESA

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Wallace, Gum, Anderson e Thiago Carleto; Edinho, Jean, Wagner (Marcos Júnior) e Deco; Wellington Nem (Fábio Braga) e Fred (Lanzini). Técnico: Abel Braga.

PORTUGUESA - Gledson; Gustavo, Rogério e Lima; Luis Ricardo, Moisés, Boquita (Michael), Léo Silva e Raí (Henrique); Ricardo Jesus (William Xavier) e Geninho. Técnico: Geninho.

GOLS - Wellington Nem, aos 41 minutos do segundo tempo. Anderson, aos 7, Ricardo Jesus, aos 17, Fred, aos 33, e Lanzini, aos 42 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Dewson Freitas de Silva.

CARTÕES AMARELOS - Deco, Gum.

PÚBLICO - 2.852 pagantes.

RENDA - R$ 67.400,00.

LOCAL - Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.