Marlon Costa/FPF
Marlon Costa/FPF

Em sexto na Série B e perto do G-4, Náutico demite técnico Lisca

Técnico assumiu toda a culpa pela queda de rendimento do time

Estadão Conteúdo

08 de setembro de 2015 | 11h41

Responsável por levar o Náutico ao sexto lugar da Série B, lutando pelo acesso à elite do Campeonato Brasileiro, o técnico Lisca foi demitido. O treinador não resistiu à derrota para o Ceará, segunda-feira à noite, no Castelão, em Fortaleza, na abertura da 24.ª rodada da competição.

O clube pernambucano não vencia há apenas três rodadas, uma vez que ganhou do Boa em 29 de agosto. A maior crítica era ao desempenho fora de casa: oito derrotas, três empates e apenas uma vitória. Mesmo assim, o Náutico é sexto colocado, com 36 pontos, a dois do quarto colocado e a apenas seis do líder Botafogo.

Após a derrota para o Ceará, Lisca assumiu toda a culpa pela queda de rendimento do time. Isentou tanto os jogadores como a diretoria. "Não devemos fazer caça às bruxas e achar culpados. Os jogadores têm dado o máximo, eu já tentei de tudo, mudei escalações e táticas e a gente não consegue vencer. E a diretoria tem feito de tudo para nos dar tranquilidade. A culpa então é do treinador", disse.

Sem Lisca, o Náutico será comandado interinamente por Levi Gomes, mas a diretoria trabalha com alguns nomes nordestinos como Marcelo Chamusca, do Fortaleza, e Roberto Fernandes, do América-RN, ambos na Série C. Também Alexandre Gallo está sendo cotado para voltar ao clube.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolNáuticoSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.