Em situação difícil, Criciúma espera surpreender o líder

Com 30 pontos de diferença, time vai a Belo Horizonte com esperança de pontuar no Brasileirão

Tomás M. Petersen, Agência Estado

26 de outubro de 2013 | 08h32

FLORIANÓPOLIS - Na luta contra o rebaixamento, o Criciúma tem uma missão extremamente complicada neste sábado, quando visita o líder Cruzeiro, a partir das 18h30, no Mineirão, em Belo Horizonte, pela 31ª rodada do Brasileirão. Apesar da diferença de 30 pontos que os separam, os jogadores do clube catarinense esperam surpreender o melhor time do campeonato.

Para surpreender o Cruzeiro, o Criciúma usa como exemplo a vitória que teve sobre o vice-líder Grêmio, no começo do mês, em Porto Alegre. Mas, mesmo que consiga ganhar neste sábado, o time catarinense não irá deixar a zona de rebaixamento nesta rodada: está com 32 pontos, quatro atrás do Bahia, que é o primeiro fora do grupo dos quatro últimos colocados.

"É complicado enfrentar o Cruzeiro, porque é um time de muita qualidade. Mas a fórmula não pode ser diferente desta que estamos apresentando. Estamos correndo muito e nos dedicando bastante", comentou o meia João Vitor, um dos titulares do técnico Argel Fucks. "Pensamos em ir para lá fazer uma grande partida para que possamos conquistar a vitória e sair o mais rápido possível dessa situação", avisou o lateral-esquerdo Marlon, outro que começa jogando.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCriciúma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.