Divulgação / Ferroviária
Divulgação / Ferroviária

Em situação difícil na Série D, Ferroviária demite PC Oliveira

Assistente técnico do clube, Bruno Pivetti, comandará o time interinamente até o final da competição

Estadão Conteúdo

14 Maio 2018 | 18h14

Praticamente eliminada do Campeonato Brasileiro da Série D, a direção da Ferroviária decidiu iniciar o processo de mudança no departamento de futebol. A primeira medida foi a demissão do técnico PC Oliveira. O assistente técnico do clube, Bruno Pivetti, comandará a equipe interinamente até o final da competição - portanto, nos próximos jogos contra Cianorte-PR e Novo Hamburgo-RS.

+ Tubarão vence a Ferroviária e é o 1º classificado à segunda fase da Série D

A campanha no torneio decepciona. Em quatro partidas, o time ainda não venceu, empatando duas e perdendo outras duas. A Ferroviária está na terceira colocação, com dois pontos. O desempenho sob o comando PC de Oliveira deixa o clube com chances remotas de classificação.

Sem chances de alcançar o Tubarão-SC, líder do Grupo A16 com 12 pontos e 100% de aproveitamento, o time de Araraquara (SP) precisa vencer os dois jogos restantes e torcer para que haja uma combinação de resultados que a deixe como um dos 15 melhores segundo colocados. Mas é difícil isso acontecer com oito pontos.

Após a derrota por 2 a 1 em casa para o Tubarão na última rodada, PC de Oliveira assumiu a responsabilidade do mau desempenho. "A insatisfação não é deles, é de todos nós. Responsabilidade você não delega, você delega poderes. Os atletas estão ali cumprindo funções pré-estabelecidas pela comissão técnica e a responsabilidade vai ser sempre minha. Por isso a cobrança cai sempre em mim, o que é absolutamente normal e compreensivo".

Ex-jogador de futebol, PC de Oliveira fez carreira no futsal, tendo comandado clubes brasileiros como Magnus-SP e Corinthians, o Playas de Castellón, da Espanha, e a seleção brasileira. O treinador migrou para a Ferroviária em 2016, quando dividiu as atenções entre o clube e a seleção de futsal. A partir de 2017, treinou o clube do interior paulista na elite do Paulistão, por dois anos, na Copa Paulista, da qual sagrou-se campeão, garantindo vaga na atual Série D.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.