Em situação tranquila, Grêmio encara Chapecoense para se aproximar do líder

Em terceiro lugar no Campeonato Brasileiro, o Grêmio tem nove pontos de distância para o quinto colocado e está a nove do líder Corinthians. Apesar de estar muito próximo de assegurar uma vaga na Copa Libertadores e muito distante do título, o discurso no elenco é de que tudo está em aberto. Sem fazer projeções, o objetivo está apenas em garantir mais três pontos contra a Chapecoense, neste domingo, às 17 horas, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, pela 31.ª rodada.

Estadão Conteúdo

18 de outubro de 2015 | 08h25

"A gente acreditar que já chegou (na vaga da Libertadores) é o maior risco. Temos que caminhar passo a passo até confirmar matematicamente", comentou o técnico Roger Machado após a vitória por 1 a 0 sobre o Santos, rival direto na briga pelo G4 do Brasileirão.

O treinador poderá repetir a mesma equipe da última rodada. A única novidade deve ser a entrada do zagueiro Erazo, que voltou aos treinos pelo Grêmio na última sexta-feira após defender a seleção do Equador nas Eliminatórias. Com isso, Bressan, autor do gol da vitória contra os paulistas, volta para o banco de reservas.

No gol, Marcelo Grohe continua fora para se recuperar de um problema no ombro direito. Bruno Grassi, que conquistou a primeira vitória como titular do Grêmio na última rodada, segue entre os titulares. O substituto recebeu elogios de Roger Machado. "Ele foi muito bem. Me recordo quando era jogador me falavam que a grande qualidade do goleiro é fazer a gente não olhar para trás. Ele fez um grande jogo, foi tranquilo", comentou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.