Em tarde de Josiel, Paraná goleia o Adap em Curitiba

Com três gols do atacante Josiel, o Paraná goleou o Adap por 4 a 0 neste domingo, no Estádio Durival de Britto, em Curitiba, pela segunda rodada da segunda fase do Campeonato Paranaense e assumiu a liderança do Grupo 1, com quatro pontos.Os gols da vitória aconteceram no segundo tempo e Josiel marcou aos cinco minutos, de pênalti, aos 31 e 46 minutos. Goiano, aos 39, completou a goleada.Na outra partida do grupo, o Coritiba venceu neste domingo o Cascavel de virada, por 2 a 1, no Estádio Olímpico, em Cascavel, com gols de Douglas Silva, aos 17 e Edmilson aos 30, Nena abriu o placar para o time da casa aos nove minutos, também na etapa final. O Coritiba está na vice-liderança, com quatro pontos, o Adap em terceiro, com três, e o Cascavel em último, com nenhum ponto ganho.Na capital, Paraná e Adap fizeram um primeiro tempo fraco tecnicamente. As duas equipes estavam mais preocupadas em bloquear os ataques adversários e congestionaram o meio de campo, provocando vaias.Na segunda etapa, um lance mudou o jogo. Aos cinco minutos, Deivid colocou a mão na bola dentro da área e foi expulso. Josiel cobrou a penalidade com perfeição e abriu o placar. O time do Adap se abriu mais e o Paraná, aos 31, ampliou com um gol de letra de Josiel, que completou com o calcanhar um passe de André Luiz. O gol deixou o Paraná mais à vontade e aos 39, o volante Goiano, que entrara minutos antes, chutou forte no ângulo direito do goleiro Vilson. Aos 46, Josiel marcou seu terceiro gol, ao completar um passe de Henrique. No final da partida, alguns diretores do Adap invadiram o gramado para pressionar o árbitro Adriano Milczvinski, que segundo eles, prejudicou a equipe.Para Zetti, a vitória foi resultado da paciência. ?Não foi qualquer time que veio aqui, eles têm o melhor ataque, a melhor campanha, é um time que merece respeito e precisamos de paciência para fazer a leitura do jogo.?Em Cascavel, o Coritiba levou um susto aos nove minutos com um gol de Nena, mas em seguida, com as entradas de Marlos e Edmilson, o time ganhou velocidade e chegou à virada com gols de Douglas Silva aos 17 e Edmilson, aos 30. Antes disso, a equipe havia mandado duas bolas na trave.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.