Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

Em tratamento, David Braz exibe otimismo para jogar pelo Santos na Argentina

Zagueiro ainda é dúvida para confronto com Estudiantes pela Libertadores

Estadão Conteúdo

03 de abril de 2018 | 10h58

O zagueiro David Braz exibiu otimismo para ser aproveitado no terceiro duelo do Santos pelo Grupo F da Copa Libertadores, quinta-feira, diante do Estudiantes, em Quilmes. O jogador deixou o treinamento de segunda com dores na coxa direita, no CT Rei Pelé, e se tornou dúvida para o compromisso na Argentina, mas assegurou que o problema não é grave.

+ Negociações frustradas e falta de opções confiáveis mantêm Santos carente de '10'

+ Usado em todos os jogos do Santos, Arthur Gomes aponta aplicação como sua virtude

+ Rodrygo minimiza pressão sobre o Santos na Argentina: 'Estamos acostumados'

"Graças a Deus foi só um edema. Pela dor que eu senti, pensei que pudesse ser algo mais grave. Vou tratar. O jogo é duro, é importante, vamos tentar conquistar a liderança do grupo na Libertadores", disse o zagueiro em entrevista ao SporTV.

Na sua estreia na Libertadores, o Santos perdeu para o peruano Real Garcilaso por 2 a 0, em Cuzco, mas reagiu no compromisso seguinte ao bater o uruguaio Nacional por 3 a 1 no Pacaembu. Com isso, ocupa o segundo lugar na chave, com três pontos e em vantagem nos critérios de desempate em relação ao time do Peru.

O Estudiantes, rival nesta quinta-feira, lidera a chave com quatro pontos. "É um grupo difícil, com três times de grandes histórias na Libertadores. E o Real Garcilaso tem o fator altitude. Estreamos lá e foi muito ruim de jogar", acrescentou o jogador.

David Braz foi poupado do treino desta terça-feira do Santos para a realização de tratamento, na última atividade da equipe antes da viagem para a Argentina. E ele acabou não sendo o único zagueiro que preocupou na preparação para o duelo com o Estudiantes. Afinal, Lucas Veríssimo ficou fora de dois treinamentos por causa de uma virose.

"Me pegou de surpresa porque é um cara que não machuca, se cuida muito e trabalha forte. Teve uma virose, ficou fora de dois treinos, mas está tudo bem. Estamos felizes por poder contar com ele", disse David Braz, em entrevista coletiva, esperançoso de que o Santos não precisará recorrer a Gustavo Henrique ou Luiz Felipe para escalar a zaga contra o Estudiantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.