Rico Leonan/ Divulgação
Rico Leonan/ Divulgação

Em treino fechado, Bauza dá atenção à bola parada no São Paulo

Pela Libertadores, equipe enfrentará o Toluca na quinta-feira

Ciro Campos, Estadão Conteúdo

26 de abril de 2016 | 14h27

O São Paulo focou o trabalho de bolas paradas nesta terça-feira na preparação para enfrentar o Toluca, na quinta, pela Copa Libertadores, no estádio do Morumbi. Por quase duas horas o técnico Edgardo Bauza trabalhou com a equipe em atividade fechada no CT da Barra Funda com ênfases nas cobranças de faltas e posicionamentos antes de enfrentar a equipe mexicana, pelo jogo de ida das oitavas de final.

Logo pela manhã, os jogadores seguiram para a sala de preleção e assistiram alguns vídeos sobre o adversário, além de ouvirem uma série de instruções. Depois, foram para o campo e realizaram um treino técnico-tático, com escanteios dos dois lados e cobranças de faltas de diferentes ângulos.

O trabalho ainda não definiu a equipe titular para a partida. São duas dúvidas. No gol, o suspenso Denis tem como candidatos a substituto Léo e Renan Ribeiro. Entre os volantes, Thiago Mendes e Wesley disputam uma vaga, já que João Schmidt continua machucado. Alan Kardec é o favorito para assumir a vaga de Calleri, expulso ao fim do jogo contra o The Strongest.

Nesta quarta-feira, a equipe fará o último treino antes de enfrentar o Toluca. A atividade será no fim da tarde, no Morumbi. A partida de volta com a equipe mexicana será na quarta-feira da próxima semana, no estádio Nemesio Diez.

Tudo o que sabemos sobre:
Edgardo BauzaSão Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.