Daniel Teixeira|Estadão
Daniel Teixeira|Estadão

Em treino no Uruguai, Corinthians erra seis pênaltis em dez cobranças

Tite já fala em mudar metodologia nos treinamentos

O ESTADO DE S.PAULO

26 de abril de 2016 | 19h23

Na véspera do primeiro jogo contra o Nacional pelas oitavas de final da Copa Libertadores, o Corinthians decidiu treinar cobranças de pênaltis no estádio Parque Nacional, em Montevidéu. Mas o desempenho não foi nada animador. Dos dez jogadores de linha que bateram pênaltis no treino desta tarde, só quatro deles acertaram a cobrança. André, confirmado como cobrador no tempo normal, também desperdiçou sua chance.

Tite reconheceu que o rendimento não é bom e admitiu até mudar a metodologia das cobranças nos treinamentos. "Não vou fazer muitas repetições. Os goleiros começam a saber como cada um bate, e o atleta começa a modificar sua rotina. Aí deixam de aperfeiçoar. Vou diminuir o número de cobranças (nos treinos)", afirmou o treinador. "No tempo normal, o André é o batedor."

O Corinthians errou a maioria das cobranças de pênaltis nesta temporada. No tempo normal, o time errou quatro de seis cobranças. E no sábado, a equipe foi eliminada no Paulistão na disputa de pênaltis (4 a 1) após empate contra o Audax (2 a 2 no tempo normal).

Tite também confirmou a principal (e única) mudança que fez na equipe para o jogo desta quarta-feira. Rodriguinho ganhou posição de Guilherme. "Às vezes, você não tira alguém do time porque está mal, mas porque outros jogadores estão melhores”, disse. Alan Mineiro será titular, e Romero e Marlone são opções no banco de reservas.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.