Em tribunal, torcedor nega ter atirado moeda em Bellamy

Um torcedor do Manchester United compareceu a um tribunal na Inglaterra, nesta terça-feira, e negou ter atirado uma moeda no atacante Bellamy, do Manchester City, durante duelo válido pela semifinal da Copa da Liga Inglesa, disputado no mês passado.

AE-AP, Agencia Estado

09 de fevereiro de 2010 | 10h38

Bellamy caiu no chão depois de ter sido atingido pelo objeto enquanto se preparava para bater um escanteio no confronto que terminou em vitória por 3 a 1 para o Manchester United e deu ao time uma vaga na decisão da competição.

Adam Teese, de 26 anos, é o torcedor que compareceu ao tribunal de Manchester nesta terça-feira, quando alegou não ser culpado da acusação de "atirar um míssil" em Bellamy, que também teria sido atingido por uma garrafa de cidra.

O julgamento do caso foi adiado para o dia 13 de maio, quando se espera que comece a ser julgado e tenha um veredicto apenas depois de dois dias. O Manchester United, que pode ser punido pela Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês), prometeu proibir o autor da ação contra Bellamy de frequentar o Estádio Old Trafford por tempo indeterminado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.