Em vantagem, Fluminense tenta confirmar vaga no Maracanã

Time de Renato Gaúcho enfrenta nesta terça-feira o Atlético Nacional (COL) pela Copa Libertadores

Leonardo Maia, Agência Estado

05 de maio de 2008 | 19h15

Tarefa tranqüila deverá ter o Fluminense nesta terça-feira, quando enfrenta o Atlético Nacional (Colômbia), a partir das 18h30, no Maracanã, no jogo de volta das oitavas-de-final da Libertadores. Com a vitória por 2 a 1 na primeira partida do confronto, na Colômbia, ao time carioca basta o empate para avançar às quartas-de-final, quando enfrentará São Paulo ou Nacional (URU). Veja também:  Calendário e resultados da Libertadores "Temos uma boa vantagem e não podemos abrir mão dela durante a partida", avisou o goleiro Fernando Henrique, que espera um bom público nesta terça-feira no Maracanã. "É preciso controlar a empolgação da torcida. Não conquistamos nada ainda." Recuperado da cirurgia na face, o atacante Dodô tem chances de começar a partida desta terça-feira entre os titulares, o que significaria a provável volta de Cícero ao banco de reservas. No último sábado, contra um time amador, ele fez três gols na vitória por 3 a 2 no jogo-treino. Mas o técnico Renato Gaúcho ainda não confirma a mudança, dizendo apenas que Dodô está apto a iniciar a partida. "Vou repetir, não será nada fácil. O Atlético vai vir para cima para tentar reverter a vantagem", alertou o treinador. "Vamos precisar do apoio do nosso torcedor. O ideal seria sair na frente e para termos tranqüilidade."  FluminenseFernando Henrique; Gabriel, Roger, Luiz Alberto e Junior César; Ygor, Arouca, Conca e Thiago Neves; Cícero (Dodô) e WashingtonTécnico: Renato Gaúcho ATL Nacional (COL)Barahona; Zúñiga, Mendoza, Moreno e Vélez; Córdoba, Amaya, Martinez e Arrué; Muñoz e VillagraTécnico: Oscar QuintabaniÁrbitro: Víctor Hugo Rivera (PER)Estádio: MaracanãHorário: 18h30TV: SporTV Enquanto Dodô retorna, o zagueiro Thiago Silva será desfalque no Fluminense por pelo menos um mês. Ele sofreu um estiramento muscular no jogo de ida contra o Atlético Nacional, em Medellín, e está caminhando com o auxílio de muletas. "A gente fica triste com essa notícia. O Thiago é um grande jogador, e vai fazer muita falta para o nosso time", comentou o meia Arouca. Com isso, Roger volta à zaga e terá a chance de comemorar seu 100º jogo como titular do Fluminense. "Sei que será uma emoção diferente para mim. Me sinto bastante identificado com o clube", disse o zagueiro Roger, herói da classificação para a Libertadores, com o gol do título da Copa do Brasil do ano passado. "Tomara que a gente consiga ter uma boa atuação e uma vitória para passar de fase."

Tudo o que sabemos sobre:
FluminenseCopa Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.