Ricardo Duarte / Internacional
Ricardo Duarte / Internacional

Em Varginha, Inter tenta 'se vingar' do Boa após cair em casa diante de rival

Líder da série B tenta se aproveitar de situação ruim de adversário, que vem de três derrotas consecutivas

Estadão Conteúdo

17 Outubro 2017 | 08h10

Dia 1º de julho. Essa foi a data da última derrota do Internacional em casa no Campeonato Brasileiro da Série B. Na ocasião, o Boa venceu por 1 a 0. Depois disso, o time gaúcho emplacou nove vitórias e um empate no Beira-Rio. Na noite desta terça-feira, a partir das 19h15, os comandados do técnico Guto Ferreira têm a chance de "se vingarem" dos mineiros. A partida válida pela 30.ª rodada acontece no estádio Dilzon Melo, o Melão.

+ Jéferson ganha disputa com Valdemir e deve ser titular no Inter

+ Danilo Fernandes e Uendel voltam a treinar e Guto encaminha Inter para terça

Os dois times vivem momentos diferentes. O Boa acumula três derrotas seguidas, sendo a última delas para o lanterna ABC, por 1 a 0, em Natal. Após este tropeço, ocupa a modesta 12.ª colocação, com 37 pontos, correndo o risco até de entrar na zona de rebaixamento se perder e acontecer uma combinação improvável de resultados.

Por outro lado, o Internacional tem cinco vitórias e apenas uma derrota nos últimos seis jogos, resultados que o mantiveram na liderança isolada, com 57 pontos. Mesmo em caso de tropeço, o time gaúcho não pode ser ultrapassado pelo vice-líder América-MG, que possui três pontos e duas vitórias a menos do que o primeiro colocado.

O Internacional teve uma semana inteira de descanso, pois havia entrado em campo na última segunda-feira, na vitória por 1 a 0 sobre o Brasil de Pelotas. O tempo serviu para o técnico Guto Ferreira testar e ver quais as melhores opções, já que o volante Edenílson (suspenso pelo terceiro amarelo) e os atacantes Eduardo Sasha (expulso na rodada passada) e Leandro Damião (lesionado) são baixas.

Nico López foi o escolhido para o lugar de Eduardo Sasha e o meia Camilo é quem será o substituto de Leandro Damião. Assim, William Pottker é quem fará o papel de centroavante, função que exerceu várias vezes com a camisa da Ponte Preta, seu ex-clube.

O mistério é quem entra na vaga de Edenílson: Jéferson ou Valdemir. "É a busca de característica mais próxima do Edenílson, de mobilidade, de marcação, de ocupação de espaço, que o Edenílson tem bastante interessante. A experiência fica difícil de substituir. A definição acontece só amanhã (terça) à noite", comentou Guto Ferreira, tentando despistar o adversário.

Como a delegação do Boa desembarcou em Varginha apenas na noite do último domingo, o técnico Nedo Xavier optou por não comandar um treinamento nesta segunda-feira e fez apenas um trabalho regenerativo com os jogadores que perderam para o ABC, que não ganhava há 11 jogos.

O lateral-direito Ruan, o meia Fellipe Mateus e o atacante Thaciano voltam ao time titular após serem poupados. A dúvida existe em relação ao aproveitamento ou não do volante Escobar, desfalque em Natal com desconforto muscular.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.