Reprodução / Twitter
Reprodução / Twitter

Em vídeo, Ronaldinho manda recado para família de detento preso por proteger traficantes

Ex-jogador brasileiro completa um mês preso, no Paraguai, nesta segunda-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de abril de 2020 | 11h10

Um vídeo de Ronaldinho Gaúcho ao lado de um colega de prisão no Paraguai, denominado Moraes, tem circulado na internet, desde o último domingo, dia 5. Nas imagens, o brasileiro, preso no Paraguai há exato um mês, mostra-se sorridente e manda um recado para a família do detento, no qual diz ser "seu atacante" no time da cadeia. Veja como está o caso Ronaldinho Gaúcho. "Olá todos aí, família Moraez! Estou aqui com meu companheiro, meu atacante, Pablo. E, bom... Joga muito bem. Estamos juntos! Em breve, vamos jogar outra vez juntos", disse Ronaldinho.

Este é o terceiro registro do ex-jogador na Agrupación Especializada, cadeia na qual se encontra preso, em Assunção, no Paraguai. O detento, que aparece ao lado de Ronaldinho no vídeo, é Pablo César Moraez, que se encontra em cárcere desde setembro de 2019. "Moraes", como é chamado por Ronaldinho, fazia parte de um grupo de policiais acusados de proteger traficantes de drogas, que atuavam no país.

Os demais registros em que o brasileiro é protagonista foram gravados em março. Há duas semanas, o ex-Barcelona apareceu numa partida de futevôlei com outros detentos, numa quadra de areia. A primeira aparição, que possivelmente foi gravada no mesmo dia da segunda, mostra o ex-jogador numa partida de futsal. Ronaldinho está detido junto de seu irmão Assis por portar e utilizar passaportes e documentos de identidade falsos. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Ronaldinho Gaúchofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.