Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Em vídeo, Soteldo se despede da torcida: 'Deixo o Santos, mas sei que ele nunca me deixará'

Negociado com o Toronto FC, venezuelano afirmou ainda que agora assume o papel de torcedor

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de abril de 2021 | 17h29

Anunciado na segunda-feira oficialmente pelo Toronto FC, o venezuelano Yeferson Soteldo publicou nas redes sociais duas despedida para o torcedor do Santos. No vídeo, com imagens do jogador pelo clube, ele lê uma carta e mostra uma tatuagem que fez em homenagem ao clube.

Ao todo, Soteldo entrou em campo 104 vezes pelo Santos e marcou 20 gols. O melhor momento de sua passagem foi no ano passado, quando formou uma dupla mortal com Marinho, e quase conquistaram o título da Libertadores. A equipe foi derrotada na decisão.

"Cheguei e fui apresentado com a 10. Por Deus, a 10 do Rei. Ninguém acreditava que fosse dar certo. Você lembra? Falavam da minha altura, do meu país, de tudo. Só não falavam que eu tinha confiança total em mim mesmo", relembrou Soteldo.

"Mas você (torcedor) sabe melhor do que ninguém que este tempo não foi só de alegrias. O clube não vive seu melhor momento. Sei que é uma fase, que logo virão as vitórias e os títulos que vocês merecem. Quando isso acontecer, eu estarei entre vocês orgulhoso de toda a dedicação que tive com o Santos e em meu novo papel como torcedor. O que está na pele é para sempre", continuou.

Por fim, o venezuelano afirma que está deixando o Santos, mas que o clube nunca vai deixá-lo. "Uma vez eu vi uma frase mais ou menos assim: quando você luta para se agarrar a alguém, essa pessoa se vai. Quando você decide deixá-la partir, ela fica. Deixo o Santos, mas sei que ele nunca me deixará. Estará gravado para sempre na minha carreira, na minha vida e na minha pele."

Na negociação com o Toronto FC, o Santos repassou sua parte na venda para o Huachipato, do Chile, e pagará US$ 500 mil (R$ 2,7 milhões), para saldar o valor total, dividido em parcelas a partir de junho, encerrando uma disputa na Fifa.

O Santos também comunicou que ficou acertado que terá direito a 12,5% de uma venda futura do atleta, caso ele seja transferido em definitivo para algum clube de fora da MLS. O Toronto FC vai pagar US$ 6 milhões (cerca de R$ 33,1 milhões) por 75% dos direitos econômicos do jogador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.