Rogério Capela
Rogério Capela

Embaixador do Boca Ratón, Amoroso faz clínica no Brasil e planeja levar meninos para os EUA

Campeão mundial com o São Paulo também pretende colocar seu time na Copa São Paulo de Juniores

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2017 | 10h17

O ex-jogador Amoroso, hoje embaixador do Boca Ratón Futebol Clube, está desenvolvendo um projeto no Brasil para aperfeiçoar a formação técnica dos jogadores das categorias de base e divulgar a marca da equipe norte-americana. No futuro, o clube pretende recrutar novos talentos para jogar no exterior.

“O Boca Ratón está se estruturando para fazer esse tipo de trabalho no futuro, de levar os garotos para lá”, disse o ex-jogador do Guarani e do São Paulo.

A primeira ação do projeto foi o Camp Boca Raton FC, clínica esportiva realizada no Bourbon Atibaia, no interior de São Paulo, no último final de semana. Ao lado dos ex-jogadores Amaral, Aloisio e Luisão, Amoroso preparou uma programação para ensinar fundamentos técnicos de passe, drible e finalização, por exemplo, para crianças cerca de 70 crianças entre 7 e 13 anos. “Eu não tive treino de base. É uma chance que os novos jogadores têm de aproveitar”, disse Aloísio Chulapa, ex-atacante do São Paulo.

A clínica também serviu para observação de clubes do interior de São Paulo. Representantes do Ituano convidaram dois jogadores de 13 anos para realizar testes no clube. Embaixador do Boca Ratón na América do Sul, Amoroso também quer disputar a Copa São Paulo com o Boca Ratón.

Criado em 2015, o Boca Ratón Futebol Clube conquistou recentemente a American Premier Soccer League, equivalente à quarta divisão norte-americana.  “É um sonho. É uma ideia. Quem sabe um dia poder ver o Boca Ratón disputando a Copa São Paulo”, diz Amoroso.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.