Rosiron Rodrigues/Ceará
Rosiron Rodrigues/Ceará

Embalado, Ceará busca vitória de olho em vaga em torneio continental

Nesta temporada, equipe de Guto Ferreira já enfrentou Palmeiras três vezes, somando um empate e duas derrotas

Redação, Estadão Conteúdo

24 de janeiro de 2021 | 14h32

Embalado após golear o Goiás por 4 a 0, fora de casa, e se manter tranquilo na zona de classificação para a Copa Sul-Americana, o Ceará volta a campo em busca de mais uma vitória no Brasileirão. Neste domingo, o time alvinegro recebe o Palmeiras, no Castelão, às 16h, pela 32.ª rodada. A ideia é aproveitar o fato de o adversário não utilizar a força máxima, uma vez que está focado na final da Copa Libertadores, no próximo dia 30, diante do Santos.

Para este duelo importante, o técnico Guto Ferreira conta com o retorno do lateral-esquerdo Bruno Pacheco, que cumpriu suspensão e deve voltar ao time titular na vaga que foi de Alyson, que não agradou muito, tanto que foi substituído no segundo tempo por Kelvyn, contra o Goiás.

O atacante Felipe Vizeu, que se recuperou de uma lesão muscular e jogou alguns minutos na quinta-feira, pode conquistar uma vaga entre os titulares. Por outro lado, o atacante Leandro Carvalho segue sendo desfalque. Ele foi julgado pela expulsão contra o Palmeiras, na Copa do Brasil, e pegou seis jogos de suspensão por ofender o árbitro. Esse será o segundo jogo fora pela punição que o Ceará tenta reverter.

De qualquer forma, o Guto Ferreira espera um resultado positivo jogando em casa para almejar coisas maiores no Brasileirão. "O compromisso é atingir uma competição internacional. Estamos próximos de conseguir. Temos que fazer partidas como essa em Goiás, com nível de concentração alto, só assim vamos conseguir jogar de igual para igual contra o Palmeiras. Temos que voltar a vencer no Castelão e retomar o mando de campo. Nos impor dentro de casa. É um trabalho mental para fazer com os jogadores", discursou o comandante, tentando manter a concentração de seus jogadores.

Atualmente, o Ceará aparece em posição intermediária com 42 pontos, dez na frente do times ameaçados pelo descenso. E está a nove do Grêmio, que tem 51 e é o primeiro dentro da zona de classificação à Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.