Embalado, Ceará vence o Boa e volta a renovar esperança de evitar rebaixamento

O Ceará ainda respira na luta contra o rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro. Em um jogo dramático até o final, o time cearense venceu o Boa por 2 a 1, na noite deste sábado, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza. O duelo foi válido pela 32.ª rodada da competição.

Estadão Conteúdo

24 de outubro de 2015 | 23h28

Esta foi a segunda vitória seguida do Ceará, que vinha de um 1 a 0 sobre o líder Botafogo, no Rio. O resultado ainda não foi suficiente para deixar o time em boa situação, já que está na 17.ª posição, com 32 pontos, seis atrás de Oeste e Macaé, ambos fora da degola. O Boa, por sua vez, chega a 13 rodadas sem vitórias, com dois empates e 11 derrotas. A péssima campanha deixa os mineiros virtualmente rebaixados, com 24 pontos, na penúltima posição.

O Ceará deixou a impressão de que construiria uma vitória tranquila no primeiro tempo. O time abriu o placar aos 32 minutos. O atacante Rafael Costa deu um toque de letra, que desmontou a marcação e deixou o atacante Alex Amado na cara do gol, para apenas tocar na saída do goleiro Douglas. O segundo aconteceu aos 40 minutos. O meia Ricardinho recebeu na entrada da área e bateu firme, de canhota, no canto.

O que os donos da casa não esperavam era que o Boa conseguiria diminuir ainda no primeiro tempo. E em uma das poucas chegadas ao ataque. Aos 48 minutos, o meia Clébson bateu falta, a bola desviou na barreira e enganou o goleiro Éverson. O gol deu novo ânimo aos visitantes, que lutaram pelo empate. Apesar da segunda etapa dramática, o Ceará conseguiu segurar a vitória até o fim.

No próximo sábado, às 17h30, o Ceará volta a campo para enfrentar o Mogi Mirim, no Estádio Romildo Ferreira, em Mogi. Enquanto isso, o Boa joga contra o América-MG, na terça-feira, às 19 horas, no estádio Dilzon Melo, em Varginha.

FICHA TÉCNICA:

CEARÁ 2 X 1 BOA

CEARÁ - Éverson; Tiago Cametá, Charles, Gilvan e Victor Luis; Baraka, João Marcos, Ricardinho e Wescley (Fabinho); Rafael Costa (Júlio César) e Alex Amado (Siloé). Técnico - Lisca.

BOA - Douglas; Gabriel Dias (Wendel), Patrick e Everton Sena; Moacir, Thaciano, Chapinha (Bruno Felipe), Clebson e Sheslon; Felipe Alves (Kleiton Domingues) e Tadeu. Técnico - Nedo Xavier.

GOLS - Alex Amado, aos 32, Ricardinho, aos 40, e Clébson, aos 48 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITROS - Sávio Pereira Sampaio (DF).

CARTÕES AMARELOS - Gilvan, Rafael Costa e João Marcos (Ceará); Clébson, Sheslon, Moacir e Patrick (Boa).

RENDA - R$ 172.853,00.

PÚBLICO - 12.735 pagantes.

LOCAL - Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BCearáBoa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.