Lucas Merçon/Fluminense
Lucas Merçon/Fluminense

Embalado, Fluminense promete ser agressivo diante do Madureira no Maracanã

Técnico Odair Hellmann quer manter entusiasmo após a vitória de virada, por 4 a 2, sobre o Moto Club

Redação, Estadão Conteúdo

01 de março de 2020 | 13h28

O Fluminense quer manter o entusiasmo adquirido após a vitória de virada, por 4 a 2, sobre o Moto Club, na Copa do Brasil, na quarta-feira, em São Luís, no Maranhão, neste domingo, às 16 horas, na abertura da Taça Rio, frente ao Madureira, no Maracanã.

Semifinalista da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca, a equipe do técnico Odair Hellmann vem acumulando bons resultados e pode entrar em campo de forma um pouco mais agressiva, com Nenê concentrado na armação das jogadas e Ganso próximo à área adversária.

Para melhorar ainda mais o ambiente, a diretoria anunciou no início da noite de sexta-feira a quitação da dívida do mês de dezembro e mais metade do salário de janeiro.

Do lado do Madureira, o entusiasmo não é menor. "É partida boa de se jogar, contra uma equipe de muita expressão no futebol brasileiro. Vamos voltar ao Maracanã, que é um estádio onde todo mundo quer estar, com muito foco para dar nosso máximo, sair com a vitória e começar o segundo turno com o pé direito", disse o volante André Luiz.

O técnico Toninho Andrade aproveitou o tempo parado desde a eliminação na Taça Guanabara para treinamentos e espera ter uma equipe mais equilibrada. "Fizemos um primeiro turno bom e não conseguimos a classificação para a semifinal por detalhes. Com os jogos, o tempo de treinamento estava curto, mas agora com esse período maior, estamos acertando os detalhes para fazer uma excelente Taça Rio."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.