Divulgação/Fortaleza
Divulgação/Fortaleza

Embalado, Fortaleza quer aumentar vantagem para a zona de rebaixamento

Rogério Ceni terá que lidar com os desfalques de Osvaldo, Jackson e Gabriel Dias

Redação, Estadão Conteúdo

17 de novembro de 2019 | 16h29

Embalado pela vitória sobre o rival Ceará, por 1 a 0, no último final de semana, o Fortaleza volta a campo neste domingo, contra o CSA, às 19 horas, na Arena Castelão, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na zona de classificação para a Copa Sul-Americana, com 39 pontos, o time comandado por Rogério Ceni tem como primeiro objetivo escapar do risco de rebaixamento. Uma vitória diante de um concorrente direto deixa essa situação bem encaminhada e aí será a vez de pensar em metas maiores.

"Precisamos muito da vitória e por isso temos que entrar atentos. O primeiro objetivo é manter o time na Série A e o segundo é ir atrás de uma vaga na Copa Sul-Americana", afirmou o volante Juninho.

Diante do CSA, Rogério Ceni tem desfalques importantes. O principal deles é Osvaldo. Maior "garçom" do time no Brasileirão, com cinco assistências, o atacante recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Ceará. Além dele, o treinador não vai poder contar com o zagueiro Jackson, que se contundiu durante o clássico, e o volante Gabriel Dias, também suspenso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.