Epitacio Pessoa/Estadão
Epitacio Pessoa/Estadão

Embalado, Palmeiras confia na manutenção do time

Um time em paz e que dia após dia parece estar mais focado em saber trabalhar em cima de seu limite

DANIEL BATISTA, Agência Estado

24 de fevereiro de 2013 | 08h18

SÃO PAULO - Um time em paz e que dia após dia parece estar mais focado em saber trabalhar em cima de seu limite. Este é o Palmeiras, que coloca em prova sua invencibilidade de seis jogos - sendo cinco no Paulistão e um na Libertadores - diante do União Barbarense, neste domingo, a partir das 16 horas, no estádio do Pacaembu. Acompanhe os lances minuto a minuto no Estadão.com.br.

O adversário de Santa Bárbara d'Oeste está na zona de rebaixamento e não deve oferecer grandes riscos aos comandados do técnico Gilson Kleina. Situação excelente para um time que a cada dia parece que precisa comprovar sua força, já que ainda vive cercado de desconfiança por parte de sua torcida.

Este jogo ganha um ingrediente especial, já que antecede aquele que pode ser o mais complicado do Palmeiras na fase de grupos da Libertadores, diante do Libertad, quinta-feira, no Paraguai. Por isso, Gilson Kleina se mostrou adepto do ditado "em time que se ganha, não se mexe" e resolveu que vai escalar a mesma formação dos últimos dois jogos - vitória sobre o Sporting Cristal por 2 a 1, na estreia da Libertadores, e empate por 2 a 2 com o Corinthians, no Paulistão.

A diferença é que no banco de reservas estará um jogador que mais uma vez tem a chance de voltar a ser importante para o grupo e reconquistar a confiança dos torcedores. Após quatro partidas de ausência, novamente por lesão, o meia chileno Valdivia está de volta. Mas, exatamente por ter o duelo contra o Libertad, ele deve ficar no banco, entrar para atuar alguns minutos e conseguir melhorar seu ritmo de jogo para o confronto na quinta-feira.

Além de apostar no entrosamento para triunfar mais uma vez no Paulistão, o treinador do Palmeiras teme que colocar Valdivia desde o início de jogo possa abrir demais a marcação, já que ele entraria na vaga do volante Souza.

Mas isso não significa que o chileno está em baixa com o treinador. Pelo contrário. Tanto Gilson Kleina quanto a diretoria resolveram tratar o jogador de forma diferente do que estava sendo feito. A ideia é fazer com que Valdivia consiga retomar o posto de ídolo do clube, perdida com as sucessivas lesões e com a chegada de Barcos, que deixou o Palmeiras abruptamente para jogar no Grêmio e perdeu todo o moral com os torcedores.

CASA CHEIA

E, para comprovar a boa fase, o Palmeiras resolveu se aproximar ainda mais da torcida, abaixando o preço dos ingressos para o jogo deste domingo. O bilhete da arquibancada, por exemplo, passou de R$ 40 para R$ 30. A expectativa é que o público seja melhor do que foi até aqui. "A nossa torcida é espetacular, ela joga junto e, quando apoia, deixa o clima bem favorável para os atletas", disse Gilson Kleina.

 

FICHA TÉCNICA

 

PALMEIRAS - Fernando Prass, Weldinho, Maurício Ramos, Henrique, Marcelo Oliveira, Vilson, Márcio Araújo, Souza, Wesley, Patrick Vieira, Vinícius. Técnico: Gilson Kleina

 

U. BARBARENSE - Walter, Alex, Juliano, Camacho, César, Edilson Azul, Itaqui, Willian Leandro, Melinho, Diogo, Dairo. Técnico: Moisés Egert

 

Árbitro: Rodrigo Guarizo do Amaral. Horário: 16h. Local: Estádio do Pacaembu. Transmissão: Pay-per-view

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.