Vinnicius Silva / Cruzeiro
Vinnicius Silva / Cruzeiro

Embalado por 3 vitórias, Cruzeiro defende vice-liderança contra Vasco 'mordido'

Henrique e Rafinha retornam de lesão e voltam a ser opções para Mano Menezes

Estadão Conteúdo

06 Junho 2018 | 05h54

Embalado por três vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro revê o Vasco nesta quarta-feira, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, em duelo válido pela 10.ª rodada do torneio. O time mineiro espera que o adversário carioca venha "mordido" em função da vitória cruzeirense no último duelo entre as equipes pela fase de grupos da Copa Libertadores.

+ Sóbis descarta favoritismo do Cruzeiro contra o Vasco: 'Aqui não tem soberba'

+ Conmebol divulga calendário e Grêmio abrirá oitavas da Libertadores

Na ocasião, a goleada por 4 a 0 em pleno estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, eliminou o Vasco da competição sul-americana e ajudou a equipe mineira a engrenar na temporada. No momento, os comandados do técnico Mano Menezes vêm de três jogos sem sofrer gols - tem a melhor defesa ao lado do Grêmio, com três gols sofridos - e ocupam a vice-liderança da competição.

Apesar das fases opostas que vivem os times, o discurso cruzeirense rechaça um possível favoritismo e prega respeito ao rival desta quarta-feira. Rafael Sóbis ressaltou a humildade da equipe, que, segundo ele, foi fundamental para levar o time às primeiras posições na tabela de classificação.

Em campo, o time, mais uma vez, será diferente. Isso porque Lucas Silva, que admitiu estar jogando no sacrifício, pode ganhar uma descanso após sequência desgastante de jogos. Por outro lado, Henrique, recuperado de lesão que o tirou dos últimos dois jogos, retoma o seu lugar entre os titulares. Rafinha também está livre da lesão que o afastou das últimas quatro partidas mas não tem seu retorno confirmado e, se voltar, deve começar entre os reservas.

A dúvida fica em torno de quem Mano Menezes escalará para jogar ao lado de Henrique. Bruno Silva e Lucas Romero são os candidatos. Na última vitória contra o Ceará, em uma escalação mais defensiva, os dois foram titulares e atuaram em um triângulo, formado também por Lucas Silva.

Isso não deve se repetir, já que o time joga em casa desta vez e terá a volta de Robinho, que estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Na frente, Rafael Sóbis segue no time e forma dupla de ataque com Raniel, que deve voltar a ser titular na vaga de Sassá, que cumprirá suspensão pelo acumulo de amarelos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.